Texto principal

PARTICIPE NO FESTIVAL DE COR E ALEGRIA QUE O SARAU DE NATAL DA GINÁSTICA E ARTES MARCIAIS, LHE GARANTE. ADQUIRA OS SEUS INGRESSOS, NA SECRETARIA DA GINÁSTICA DO BOAVISTA FUTEBOL CLUBE

sábado, 11 de junho de 2016

FUTEBOL FEMININO


sexta-feira, 10 de junho de 2016

BILHAR (POOL PORTUGUÊS) - BOAVISTA FC, VAI DISPUTAR FASE DE APURAMENTO PARA A FINAL DE ATRIBUIÇÃO DO TÍTULO NACIONAL, APÓS ASSEGURAR SUBIDA AO PRIMEIRO ESCALÃO NACIONAL


O Boavista, vai disputar no próximo dia 25 a fase de apuramento, para a final do Campeonato Nacional da 2ª divisão, de Bilhar, na variante de Pool Português, depois de ter assegurado a uma jornada do final a subida à 1ª divisão Nacional.

RESULTADOS DA ÚLTIMA JORNADA

No resumo global, do campeonato nacional da 2ª divisão (Zona do Porto), podemos salientar:
O Boavista FC/cervejaria Diu, conquistou 11 vitórias e sofreu apenas 3 derrotas, sem empatar qualquer encontro. Assim distribuídas
1ª VOLTA -  5 vitórias e 2 derrotas. Vencendo 53 Partidas e perdendo  46
2ª VOLTA -  6 vitórias e 1 derrota. Vencendo 61 Partidas e perdendo  28

CLASSIFICAÇÃO FINAL

As 8 Equipas em competição, desta segunda fase,discutiram os dois lugares que de acesso ao primeiro escalão nacional.

O primeiro classificado (O New Academy – C)  sagrou-se, Campeão Distrital do Porto e obteve o acesso directo à Fase Final Nacional, para apuramento do Campeão Nacional da 2ª divisão.

O Boavista FC, ao terminar esta segunda fase, em 2º classificado, assegurou a subida à 1ª divisão Nacional, ficando apurado para disputar no próximo dia 25, em Leiria, o apuramento para fase de apuramento de Campeão.

CALENDÁRIO DA FASE DE APURAMENTO

Nota: O vencedor desta competição, juntar-se aos clubes (já) apurados para a fase de apuramento de Campeão Nacional da 2ª divisão

TOTALIDADE DOS JOGOS DO BOAVISTA NA 2ª  FASE

Nota adicional: O Regulamente da competição, determina que as equipas que passaram para a segunda da fase, “transitassem” com 50% dos pontos alcançados na fase inicial. 

Esse facto, foi determinante para a classificação final, dado que o  BOAVISTA FC, mesmo tendo sido  a equipa que maior número de Pontos ( 36 ) obteve nesta 2ª Fase da Competição, mas a equipa do O New Academy – C, acabou por beneficiar do maior número de pontos que trazia da primeira fase.


De realçar que a nossa Equipa venceu ambos os Jogos na 2ª Fase, à equipa classificada em 1º Lugar, mostrando a sua superioridade.

FUTSAL - ANÁLISE DA ÉPOCA

Terminada a época desportiva a nível de Futsal, vamos a presentar a nossa análise pessoal ao desempenho das equipas do Boavista Futebol Clube.

SENIORES

Foi uma época difícil e ingrata. O campeonato Nacional da 1ª divisão é uma prova, cada ano, mais exigente, obrigando a que os orçamentos dos clubes sejam fundamentais.
Partindo em desvantagem nesse aspecto, o Boavista, viu a sua prestação prejudicada, pela decisão – demorada e posteriormente,  alterada – do Conselho de Disciplina, que impos uma derrota num jogo com uma adversário directo, a contar para a  primeira volta.
Essa derrota, determinou o destino da equipa, que com o decorrer das jornadas, se foi afundando na tabela, terminando no último lugar e descendo ao segundo escalão nacional

JUNIORES (SUB-20)

Disputando o Campeonato Nacional da 1ª divisão, o Boavista, teve uma prestação BRILHANTE!
Nesta prova altamente exigente e intensamente disputada, a nossa equipa conseguiu.
1.       Vencer a zona Norte, na primeira fase da prova.

2.       Terminou a competição a nível Nacional no 2º posto da tabela classificativa.

O Boavista, ficou apurado para as meias-finais do Campeonato, sendo eliminado no conjunto dos dois jogos, que disputou com o Caxinas, com resultados “castigadores e injustos” pela prestação axadrezada.

Concluindo: O Boavista terminou este exigente campeonato, num brilhante 3º lugar.

JUVENIS
Mesmo, tendo a filosofia axadrezada na formação do futsal, que em primeiro lugar está (sempre) a formação e só em seguida a conquista de títulos, teremos que reconhecer que o Boavista ficou aquém do esperado.
Terminou em 8º lugar o campeonato Distrital
e em 5º classificado na Taça AF Porto.

INICIADOS
Num escalão de início competitivo da  formação, a equipa de Iniciados esteve em plano positivo, terminando em 4º lugar.

INFANTIS

Neste escalão, em que os resultados não são o mais importante, mas sim, que os atletas assimilem processos de treino e primeiros contacto tácticos, pode considera-se que a prestação dos jovens panteras foi muito positivo ao terminar em 5º lugar, o campeonato distrital



BENJAMINS
Repetimos a ideia que explanamos e defendemos para o escalão de Infantis.
O Boavista terminou o campeonato num excelente 3º lugar

PETIZES
(CAMPEÕES DISTRITAIS)

No primeiro ano de competição, o Boavista conseguiu vencer o campeonato. Neste escalão é natural, que os miúdos (é na realidade disso que se trata) festejem a vitória, mas o essencial é reconhecer o trabalho que a Academia de futsal do Boavista está a realizar.

GINÁSTICA - SARAU FINAL NO DIA 08 DE JULHO


Na próxima semana já poderá adquirir o seu bilhete para o Sarau Final de época.


Compre os seus ingressos na Secretaria da Ginástica e evite demoras de aquisição no dia.






FUTSAL (CAPTAÇÕES PARA A FORMAÇÃO) VEM JOGAR NO BOAVISTA FC



quinta-feira, 9 de junho de 2016

TIAGO RODRIGUES, UM PUGILISTA QUE APOSTA NA JUVENTUDE DO BOXE AXADREZADO

O SENHOR CALDAS É O MELHOR TREINADOR DE RINGUE PORTUGUÊS E É UM PILAR NA MINHA VIDA
 

Tiago Rodrigues, é o pugilista mais “antigo” do circuito do Boxe Amador Português, sendo por consequência um dos atletas com mais anos de Boavista. Homem de dedicação extrema, treina com intensidade, para terminar a carreira com o Título (individual) de Campeão Nacional, que as lesões lhe têm roubado.
Terminado um treino, conversamos com este exemplo de pugilista.

Tiago, que idade tem?

Quarenta anos.

Qual a categoria em que luta?

Sou super-pesado.

Pelo que tive oportunidade de me aperceber, é um dos pugilistas com mais tempo de casa. Confirma?

Em tempo consecutivo, estou no Boavista há oito anos, mas já estive alguns anos ausentes por lesões, por isso, contado com o tempo intercalado, estou mesmo há muitos anos.

E no Boxe, quando começou?

Comecei na modalidade relativamente tarde, com cerca de vinte e sete anos.

Começou no Boavista?

Comecei. Porque quem me ensinou o boxe foi um atleta de longos anos do Boavista. Foi ele que me trouxe com ele para o clube.

Falamos de quem?

Do Ricardo Rocha.

Voltemos à sua entrada no boxe…

Como nessa altura eu não estava inscrito por nenhum clube, na tal fase de interregno, por motivos de uma lesão muito grave que tive, o Italiano e o Augusto Pinheiro, trouxeram outra vez para o Boavista. E a partir desse regresso, foi sempre seguido.

Como surgiu no boxe somente aos vinte e sete anos?

Sempre gostei do boxe, mas o boxe foi sempre um bocadinho conectado com uma parte menos boa da sociedade, digamos assim. Com o passar dos tempos, fui-me apercebendo que era um preconceito, que hoje se prova, é totalmente errado. 
O senhor, se vier aqui, depois das dezassete e trinta, vê que temos aqui professores universitários, professores de escola primária, engenheiros, médicos, empresários, etc… e todos nós, convivemos com eles e com o pessoal de competição, numa convivência sã e de camaradagem.

Os pugilistas costumam realçar a amizade que têm uns pelos outros. Qual a sua opinião sobre este tema?

No boxe, há um espírito de lealdade que não há em mais nenhum desporto. Há um sentimento de liberdade no fim de cada treino, que nem consigo descrever. Como vê até me estou a arrepiar ao afirmar isto. Não há descrição possível. 
O boxe, não é, só bom em termos de saúde física, a grande interferência do boxe sobre nós é em termos mentais, porque pelos movimentos que nos obriga a ter, ajuda o corpo a libertar-se, ao mesmo tempo que liberta a mente. 
Muita gente não repara mas o boxe é um jogo de muita inteligência, em que a cabeça tem que comandar na perfeição todo o resto do corpo. Quando se consegue fazer entrar em harmonia todos os factores físicos, os grandes atletas aparecem.

Neste momento, continua a competir?

Continuo. Sou o atleta mais velho do circuito e estou na minha última época. Conforme já citei numa entrevista passada, vim de lesões muito graves, mas graças a Deus, já me sinto recuperado, já jogo bem e ultrapassei as minhas limitações. Tive lesões graves e depois do meu retorno essas lesões repetiram-se, mas estou recuperado.

Títulos individuais?

Desde que regressei, tenho sido sempre Campeão Regional, Campeão Regional da Taça de Portugal, Vice-Campeão Nacional. Tenho ido, sempre às finais nacionais, e acho que as duas últimas, que perdi, as perdi muito injustamente, como se pôde ver na televisão. 
Este ano, vou tentar ajudar a conquistar os títulos colectivos, não esquecer que o Boavista é penta-campeão nacional de clubes.,,

Aposta no título nacional, para encerrar a carreira?

Exactamente. Treino para vencer o  título de Campeão, que seria a chave de ouro para fechar a carreira. Seria acabar a carreira em beleza, até porque já fiz as quatro categorias. Já combati em 81, em 91 e mais de 91Kg.

Com tantas épocas no Boavista, quer fazer uma comparação dos tempos que entrou e a actualidade?

Eu próprio estou admirado com a frequência de atletas no boxe do Boavista. Umas vezes venho de manhã, outras de tarde. Numa dessas tardes, contei aqui, quarenta e oito atletas entre competição e manutenção. O ginásio já se torna pequeno para tanta gente.

Mas as condições melhoraram muito com a criação deste ginásio. Não concorda?

Muito mas mesmo muito em espaço e qualidade, mas já se torna pequeno, para aquilo que o boxe tem, no momento. Acho que a Cúpula do Clube, deveria passar por aqui para se aperceber desta realidade.

A que se deve tanto crescimento?

Mesmo as pessoas que só fazem manutenção, gostam muito do Senhor Caldas, gostam muito dos preparadores físicos que temos, o David e o Fredy que são pessoas excepcionais, que sabem apropriar o treino a cada tipo de pessoa. Por exemplo, um empresário que passa a vida no escritório, naquela vida stressante, é um individuo que não pode sair daqui com pisaduras ou coisas do género. Por isso, há sempre um tipo de treino específico para este caso.

Com este vício que sente pelo boxe, o que pensa fazer depois de terminara a carreira?

Gostava de ficar a ajudar o senhor Caldas, a ensinar os mais novos , que eu gosto muito de fazer. Gosto de os mimar, de lhe dar confiança para o ringue. Olhe vou-lhe dizer algo que nem deveria dizer isso, agora, porque só deveria dizer mais daqui a uns anos. Temos aqui miúdos que irão ser grandes atletas que me tratam de forma que me emociona e que aposto irão ser grandes no boxe. O João, o Melo, o Vitinha, são miúdos muito fortes que vão dar cartas não só no Boavista.

Aposta neles?

O João, vai ser um portento a nível internacional, veja bem o que eu estou a dizer…a nível internacional. 
O João vem quase todos os dias de Viana do Castelo ao Porto só para treinar. Veja quem é este miúdo e a força de vontade dele. Tem excelentes notas na escola, não se lhe ouve dizer um palavrão…é um exemplo. E é com eles, que eu quero trabalhar. 
Estes três miúdos que mencionei, irão ser o orgulho do Boavista e a muito breve prazo.

Vi que entre você e o senhor Caldas há uma relação muito especial. Quem é o Caldas para si?

Para mim, o Senhor Caldas é como se fosse o meu pai. Eu não lho digo, nem preciso de lhe dizer, mas o Senhor Caldas para mim é um pilar que tenho na minha vida. É um bom homem, que está sempre disposto a ajudar toda a gente. Lamento que noventa por cento das pessoas que ele ajuda, não lhe reconheçam o valor que ele tem.

E como treinador?

Para mim é o melhor treinador de ringue que existe em Portugal. É um individuo que vai aos pormenores, que vai directamente aquilo que nos faz falhar e nos corrige.

Eu quase nunca o vejo a dar-vos treinos dentro do ringue. Qual é o método que aplica?


O senhor Caldas tem o dom de não descaracterizar o atleta. Cada atleta tem o seu estilo e o Senhor Caldas, deixa-o desenvolver o seu estilo e aperfeiçoa-lhe certos pormenores para que ele possa praticar o boxe, dando o seu estilo, o seu espectáculo, fazendo bons combates. É nisto que eu tenho apreendido com ele.

Entrevista de 
Manuel Pina

quarta-feira, 8 de junho de 2016

FUTSAL (SUB-20) - RAUL MOREIRA COMENTA O JOGO DO PASSADO SÁBADO, COM O BOAVISTA

Após o final do encontro de futsal de Juniores (sub-20) ouvimos a opinião dos técnicos de ambas equipas. João Marques, solicitou que substituíssemos as afirmações do momento por uma entrevista mais abrangente, em que se aborde toda a época. 
Aceitamos essa proposta, mas defendendo a nossa independência editorial, passaremos na íntegra o comentário do treinador do Caxinas, Raul Moreira.


Passados alguns minutos sobre o final do jogo, qual a tua análise sobre o mesmo?
Foi um jogo complicado como é timbre nos jogos com o Boavista. O Boavista, tem muita qualidade individual, como já referi muitas vezes, mas não é tanto organizado como nós somos e nos apresentamos hoje. O Boavista criou-nos muitas dificuldades e nunca baixou a cabeça quando o resultado lhe era adverso. Penso que no cômputo geral foi um resultado justo.

Este campeonato é verdadeiro êxito, o Caxinas disputa esta prova pela segunda época. Como analisas esta prova e esperavas tal competitividade?
Este exemplo, nunca deverá voltar atrás. Isto é, deve-se criar para a próxima época, este figurino para os Juvenis e dentro de dois ou três anos, aplicar este quadro competitivo aos Iniciados. 
Para mim, este será o futsal do futuro e daqui a meia dúzia de anos, iremos ver esse resultado na selecção principal. 
Os miúdos passarão a trabalhar a um ritmo muito mais alto e intenso desde os Iniciados, chegando a este campeonato que termina a formação do atleta, com um poder competitivo muito grande, preparados para entrar em qualquer equipa da primeira divisão.

Todos os concorrentes consideram o Sporting, uma equipa muito forte. Agora que o vais defrontar na final, o que esperas desses jogos?

Só com o nome de Sporting, eles, conseguem cativar os jovens de toda a região de Lisboa e até de todo o país e assim formarem uma equipa muito forte, como o são na realidade. 
Mas como vimos em Espanha o Bicampeão Inter Movistar, esteve quase a sair do campeonato, com uma equipa que tinha ficado em quinto na fase regular, nós vamos disputar os jogos com o Sporting, para tentar ganhar. 
Jogaremos de olho a olho, cara a cara e que ganhe o que for melhor. É claro, que o Sporting, que tem dois ou três miúdos a treinar na equipa sénior, consegue ter uma intensidade muito grande, mas nós também temos as nossas armas. Vamos jogar para ganhar!

O DEPARTAMENTO COMERCIAL DAS AMADORAS, VAI ASSINAR NOVO CONTRATO E CONVIDA TODOS OS ADEPTOS AXADREZADOS A MARCAREM PRESENÇA NO AUITÓRIO

O sector Comercial, das modalidades AMADORAS do Boavista FC, continua trabalhar para garantir mais sustentabilidade e autonomia, para todos as modalidades e assegurar a sua caminhada para o sucesso e crescimento.

A curto prazo, estão agendados por este Departamento duas apresentações (em separado) para as quais convidamos todos os adeptos axadrezados a marcar presença.

No dia 18 de Junho (10H00),no Auditório do Estádio do Bessa, irá ser assinado mais uma importante parceria. 
Desta vez, iremos apresentar aos associados e amigos das Amadoras, o nosso mais recente Departamento de Viagens e a parceria com a TRYVEL.

A mesma, apresentará uma exposição sobre as viagens já delineadas para 2016 e 2017, assim como, a nossa estratégia comercial.


Reserve já o teu lugar no auditório, a tua presença faz nos acreditar que estamos juntos pelo Boavista FC e pelas Amadoras.

terça-feira, 7 de junho de 2016

FUTEBOL FEMININO - RESUMO DA EXCELENTE ÉPOCA DA EQUIPA SUB-13


As meninas, Sub-13, do Futebol Feminino, terminaram uma época com bastante êxito e constituída por várias “nuances”.

Na primeira fase do Campeonato Distrital, ficaram na frente de quatro equipas e como consequência disso, foram “obrigadas” a passar para uma divisão superior e, logo mais difícil, denominada como Divisão de Honra.


Nesta fase da divisão de honra, espalharam magia lutando sempre até ao apito final, mau grado, terem defrontado equipas masculinas, formando a única equipa cem por cento feminina.

Foram enormes, na entrega e no saber receber os resultados negativos, porque a força dos rapazes se acabava por impor nos últimos minutos dos jogos.


Estiveram sempre acompanhadas com o carinho e rigor, que a treinadora  Fernanda Silva, a Nanda, como lhe chamam, que iniciou a formação no futebol feminino do Boavista em 2009/2010.


Resumo  das provas;

Na primeira fase do campeonato, existiam três séries (sub13), cada uma com 12 equipas. No total de 36 clubes. 
O Boavista terminou esta fase, em 8º, numa prova de equipas só masculinas.


Na segunda fase, as quatro primeiras classificadas de cada série jogaram a divisão elite. 
As equipas classificadas entre o 5º e 8º lugar disputaram a Divisão de Honra, onde ficou o Boavista. 
As outras quatro equipas de cada série, disputaram a 1ª.Distrital.

No final o Boavista (sub 13) terminou em 24º lugar do Campeonato.

Na opinião avalizada da técnica axadrezada, Fernanda Silva, esta é a melhor equipa de sub-13 que o Boavista teve até à data. A técnica, tem perspectiva de serem no futuro uma equipa de Campeãs.



Na fase regional da festa futebol feminino, três atletas do Boavista participaram na Taça Coca-cola e sagraram-se penta-campeãs.


Na fase do nacional, disputada no Jamor, o Boavista. foi vice-campeão, tendo sofrido apenas um golo (na final) que deu a única derrota, Marítimo da Ilha da Madeira… no continente, nenhuma equipa as venceu.