Texto principal

ESTA ÉPOCA, O BOAVISTA FUTEBOL CLUBE CONTINUARÁ A PARTICIPAR EM VÁRIAS MODALIDADES A NÍVEL NACIONAL, COM OS OBJECTIVOS DE HONRAR O NOME DESTE CLUBE. O ANDEBOL SÉNIOR E VOLEIBOL FEMININO, DISPUTAM O PRIMEIRO ESCALÃO NACIONAL... OUTRAS MODALIDADES LUTAM PELO REGRESSO A ESSE ESCALÃO.


sábado, 9 de setembro de 2017

FUTSAL (2) - A INTERVENÇÃO (OBRIGATÓRIO LER, PARA TODOS OS BOAVISTEIROS) DE SÉRGIO CARVALHO NA APRESENTAÇÃO OFICIAL DAS EQUIPAS



 É quando mais o Boavista precisa que os Boavisteiros têm que estar presentes.

Pela importância e pela amplitude global que apresentou, a intervenção de Sérgio Carvalho -  treinador principal da equipa sénior – optamos por iniciar os artigos de reportagem, pela citada intervenção, que consideramos obrigatório ler.


Sérgio Carvalho, debruçou a sua intervenção sobre vários pontos, abarcando o passado, a formação, a aposta no futuro e a certeza (confiança) nos êxitos. O seu passado no clube é por todos conhecido, o rigor e empenhamento, que coloca em tudo que se propõe realizar ficou demonstrado numa intervenção, que “temos obrigatoriamente” que reproduzir na integra.



Apresentado como o responsável para levar a equipa a bom porto, Sérgio Carvalho (exigindo a presença da equipa junto a si, no palco)“agarrou” nessas palavras e começou…



Antes de mais, não vamos chegar a bom porto, mas sim a Bom Boavista, que é uma coisa diferente! 


As minhas primeiras palavras são evidentemente para a Direcção do Clube, Eng. António Marques, António Morais, Rui Costa e o nosso Coordenador João silva. São os homens que na formação e na equipa sénior, tiveram a responsabilidade de organizar a época que agora se vai iniciar.


Quero desejar, aos meus colegas, treinadores e diferentes equipas, toda a sorte do mundo, desejo que tudo corra dentro das melhores expectativas.



Após os cumprimentos, debruçou-se, sobre o tema da formação.


Formar a ganhar é importante, como aqui já foi dito, mas formar bem para que no futuro sejam atletas seniores com qualidade e homens, porque é esse o lema do Boavista - Primeiro o homem e depois o atleta - é de facto, o mais importante e o compromisso para isso ser possível, é fundamental para todos. Dos atletas, dos treinadores, directores e obviamente, dos encarregados de educação. 
Para a formação o meu muito bem-haja e muita sorte.



Apresentando-se um pouco, afirmou;


Quero dizer-vos que foi na formação do futsal que sempre  fui mais feliz (ndr. Treinador Campeão Nacional de Juvenis, pelo Boavista). Foi aí que sempre criei uma coisa e, ajudei a criar com muita gente. que estão cá há muitos anos, uma coisa muito importante e que para falar da próxima época aproveito.

 
Entrou definitivamente, a falar sobre a equipa sénior, revelando algo que consideramos importantíssimo seja salientado.


Muito objectivamente. Ouvi aqui anunciar que muitos destes atletas vieram de vários clubes. 
Não vieram nada! Está errado! 
Eles estavam nesses clubes, mas para quem não sabe, excluindo aqui dois atletas, que ainda assim, têm tido uma integração excepcional nestas primeiras semanas de trabalho, todos os atletas deste grupo começaram na formação do Boavista, pelas nossas mãos, com a idade destes meninos que estão aqui à frente.


Com convicção e dominando a sua emoção, continuou.


Quando o - primeiro desafio para ingressar no futsal -me foi feito, pelo Morais, alguns destes meninos tinham equipamentos que lhe davam pelos joelhos. Hoje, são os nossos atletas. (ndr, foi aplaudido pelo facto) e completou o raciocínio…


Mais… muito importante e que fique para registo.

Quando este desafio me foi feito, o Boavista ainda estava no nacional. 
Quando me foi repetido esse desafio o Boavista estava à beira de descer de divisão. 
Quando descemos ao distrital e se dúvidas houvesse, quanto à minha colaboração com o futsal, elas foram retiradas...
É quando mais o Boavista precisa que os Boavisteiros têm que estar presentes. 
Portanto, aceitei imediatamente o desafio do Morais. E todos os atletas que se juntaram a nós, foi pelo sentido de dever, e, pelo sentido de missão, que lhes foi incutido desde estas idades. Nenhum hesitou, quando os convidei para virem ajudar o Boavista, neste momento complicado e de grande exigência.


Vamos estar numa divisão em que ser do Boavista e jogar pelo Boavista, vai ser extramamente complicado, porque toda a gente vai complicar. Toda a gente, nos vai obrigar a ser muito, muito, muito corajosos, muito sérios, muito organizados, muito humildes e muito fortes mentalmente, para além da qualidade que aqui está. 

Toda a gente aceitou o meu convite.

Sabem porquê?

Porque foram bem formados! Perceberam que no momento que o Boavista precisou, estivessem onde estivessem, era esta a casa que tinham que ajudar.


Terminou, voltando-se para todo o plantel.

Aos meus atletas e a este staff que aqui está e  a aqueles que não puderam estar presentes, o meu sincero obrigado. Temos uma missão muito difícil e vocês tornaram-se naquilo que eu sempre desejei…Uns grandes homens! (ndr foi interrompido pelos aplausos de todos os presentes)

Para concluir, o objectivo é indiscutivelmente subir de divisão, vamos fazer tudo para que isso seja possível. 
Contamos com a vossa envolvência. A proximidade e este ambiente familiar que aqui temos é extremamente importante. 
Isto não é um balneário, mas é como se fosse e, um balneário é sagrado. 
Estamos todos no mesmo barco e todos do mesmo lado, precisamos que toda a gente nos apoie e contem connosco para o que for preciso.

Viva o Boavista!

FUTSAL (1) - APRESENTAÇÃO OFICIAL DAS EQUIPAS AXADREZADAS



 
Com o Auditório do Estádio do Bessa, completamente preenchido - muitas pessoas de pé - realizou-se na manhã de hoje, a apresentação de todas as equipas do futsal axadrezado, numa clara demonstração da aposta da Direcção do Departamento na união dos diversos sectores da modalidade.

A mesa foi formada pelas presenças do Vice-presidente das Actividades Amadoras, Eng. António Marques, do Director do departamento António Morais, do Diretor-adjunto para da  Formação, Rui Costa e do Coordenador técnico para as equipas de Formação, João Silva. Presente, na plateia, a Drª Sara Monteiro, Diretora-geral das Modalidades Amadoras. 

A apresentar e dirigir as apresentações, esteve a cargo de Jorge Monteiro.












Foram apresentadas as oito equipas de competição do Futsal Axadrezado (Petizes, Traquinas, Benjamins, Infantis, iniciados, Juvenis, Juniores e Seniores). Entre atletas, dirigentes e técnicos foram apresentados cerca de cento e setenta pessoas, que demonstra, só por si, a grandeza do futsal do Boavista Futebol Clube.




Apresentaremos, durante esta semana, vários artigos de reportagem, sobre este evento. Registando entre as intervenções dos dirigentes, todas as intervenções dos vários treinadores de cada equipa.

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

VOLEIBOL (6) - AS INTERVENÇÕES DE PAULO PARDALEJO E O VICE-PRESIDENTE, ENG. ANTÓNIO MARQUES



Para encerrarmos a reportagem sobre a apresentação oficial da equipa sénior de Voleibol, apresentamos as intervenções do treinador principal, Paulo Pardalejo e as palavras do encerramento da sessão a cargo do vice-presidente Eng. António Marques.


Começando pela intervenção do técnico, que salientou:

Quero agradecer a oportunidade que me deram para voltar a estar presente neste grande clube, que é também o meu clube. Quero agradecer todo o esforço que foi feito pela estrutura directiva, para no dia 15 de Junho termos o plantel que idealizei fechado. Foi tal e qual o que foi idealizado, e em jeito de brincadeira, posso dizer que até eu fiquei surpreendido.”

Terminou dirigindo-se às atletas.

Agora, só nos resta trabalhar e conseguir resultados, mostrar dedicação e honrar esta camisola que é na realidade, muito pesada. Quem vem de novo, vai sentir isso, quem já cá está ou esteve, já o sabe. Eu também já o senti e por isso, voltei, depois de ter andado por outros lados  clubes. 
É uma honra voltar ao Boavista e agora… vamos trabalhar”.



Encerrou a sessão de apresentação, o Vice-presidente das Actividades Amadoras, Eng. António Marques, que se debruçou sobre  alguns pontos, começando por cumprimentar especialmente os patrocinadores presentes.

“ Apresento os meus cumprimento a um conjunto de pessoas, que estão presentes, que são os nossos patrocinadores, que são os nossos amigos, que muito têm colaborado para que o Boavista continue numa fase crescente. 
Quero nomear, o Dr. Paulo Freitas, director do Grupo Belver (Hotel Beta Porto) que tem tido uma colaboração espectacular e constante durante estes três anos e não só com o Voleibol. 
A Tryvel que aqui está representado pelo Sérgio que é um quadro da empresa. 
E quero cumprimentar o meu amigo, Eng. Eduardo Serrão, até há poucos dias, ocupava o cargo de vice-presidente da Junta de Freguesia de Ramalde, que sendo um Boavisteiro de gema, é dois em um. A todos os meus agradecimentos.”


Após apresentar agradecimento aos pais e adeptos presentes, que, afirmou, "são a razão da motivação, que temos para continuar o nosso trabalho".



Encerrou com uma retrospectiva do momento actual do Clube.


“ Somos, no mínimo o segundo clube mais ecléctico do país e sem qualquer dúvida o mais ecléctico do norte. Temos vinte e oito modalidades de competição, para além de outras actividades que não são de competição.”

“ O Boavista está paulatinamente a recuperar, passo a passo, da situação injusta em que nos colocaram. Registo que em todo o processo, o Boavista venceu todos os processos apresentados em todos os Tribunais,  o que prova a injustiça que fomos alvo e que nos delegou durante seis anos, para uma situação que muito nos fragilizou”.


Dirigindo-se ao grupo de trabalho, afirmou:


 “ A camisola do Boavista não pesa. Neste Clube, não exercemos pressões sobre as nossas atletas. Competimos com equipas que têm outras condições. Não temos condições para competir com Governos Regionais, nem com Câmaras Municipais, como actualmente acontece no Voleibol. Mas conseguimos com trabalho, com mpenho e dedicação de todos, ombrear ao melhor nível.

Para esta época, a nossa esperanças são positivas e penso que temos condições para alcançar uma boa classificação final. 
Temos a consciência que será necessário um entrosamento que levará o seu tempo. Defendo, que formemos apenas um só departamento e por isso, quero ver as seniores apoiar as jovens e as jovens apoiando as seniores. 
Quero que este ano,seja o principio de um ciclo, que desejo  dentro de poucos anos, ver o Boavista a lutar pelo primeiro grupo do campeonato Nacional. 
Asseguro a todas que ninguém vos pressionará, o que necessitamos é trabalhar bem, porque trabalhando bem ser+a mais fácil vencer!"