Texto principal

PARTICIPE NO FESTIVAL DE COR E ALEGRIA QUE O SARAU DE NATAL DA GINÁSTICA E ARTES MARCIAIS, LHE GARANTE. ADQUIRA OS SEUS INGRESSOS, NA SECRETARIA DA GINÁSTICA DO BOAVISTA FUTEBOL CLUBE

quinta-feira, 22 de maio de 2014

FUTEBOL FEMININO

VAMOS DAR A VOLTA!

DANIELA SILVA ELEITA COMO A ATLETA DO ANO


Daniela Silva foi eleita pelos internautas como “Melhor Atleta Sénior Época 2013-2014”. 

O prémio por esta distinção será entregue no Estádio do Bessa, em pleno relvado, logo após o final do jogo de futebol Boavista FC- Cesarense FC.

Recorde-se que a nossa jovem libero reuniu 60 por cento das preferências dos votantes na página de facebook do departamento de voleibol

O LEILÃO CONTINUA...


FUTSAL - AGENDA DESPORTIVA PARA O FIM DE SEMANA


ANDEBOL - AGENDA DESPORTIVA PARA O FIM DE SEMANA



VOLEIBOL - LEILÃO DA CAMISOLA DAS VICES CAMPEÃS

O leilão (que termina esta semana) continua a demonstrar o interesse dos adeptos boavisteiros pela aquisição da camisola autografada por todo o plantel das Vice-campeãs nacionais de Voleibol.
Ontem atingiu o valor de 65 euros!

Aposte na sua compra e aproveite os últimos dias, 
COLABORE COM O DEPARTAMENTO

terça-feira, 20 de maio de 2014

LEILÃO DA CAMISOLA AUTOGRAFADA PELAS ATLETAS DE VOLEIBOL


Ainda pode ser você o vencedor

ANDEBOL - HUGO MOTA E EDUARDO FERREIRA VISITAM INFANTIS DURANTE UM TREINO

A equipa de Infantis de andebol, foi visitada (na semana passada) por dois extraordinários atletas de andebol, que vieram com a sua experiência, dar uma palestra sobre a modalidade no aspecto defensivo.

Os atletas em questão são:
Eduardo Ferreira, que entre vários emblemas defendeu as cores do Boavista e esteve presente num campeonato Mundial defendendo a camisola das quinas.

Hugo Mota, ex-guarda redes do FC Porto, ABC e A. Santas, que tem a jogar no Boavista os seus dois filhos.

Foi um final de treino diferente, num ambiente de encanto para os jovens panteras.


São iniciativas que os motivam sempre!

ANDEBOL (INFANTIS) - VITOR NASCIMENTO ANTEVÊ A FASE FINAL NACIONAL

Os infantis de andebol, conseguiram o apuramento para a fase final do nacional da categoria. Consideramos oportuno analisar este feito, com o seu técnico, Vitor Nascimento.

Com a época quase a terminar, podemos dizer que o balanço da mesma é positivo?
Sim, o balanço é bastante positivo, a equipa manteve-se durante 4 fases sempre na 1ª Divisão, entre as melhores equipas da Associação de Andebol do Porto e conseguiu o apuramento para o Encontro Nacional que irá decorrer em Fafe de 26 a 29 de Junho, onde estarão presentes as melhores 32 equipas de Portugal

Quais as expectativas classificativas, para esse Encontro Nacional?
As Expectativas são sempre as mesmas, fazer sempre o melhor, trabalhar e lutar sempre ao máximo para dignificarmos a modalidade e o clube, naturalmente que ambicionamos a melhor classificação possível.
No ano passado ficamos em 9º lugar a nível nacional (onde apenas tivemos uma derrota na prova), no entanto, como neste escalão todos os anos as equipas são automaticamente renovadas, porque os atletas estão sempre em crescimento, não tenho conhecimento das equipas das outras zonas do país pelo que vamos com vontade de melhorar a nossa classificação relativamente ao ano passado.

Estes bons resultados sucessivos são obra do acaso?
Estes resultados são obra de trabalho bem feito por parte do Departamento de Andebol. São fruto de uma boa base de captação, onde conseguimos concentrar um excelente número de atletas que nos permitem trabalhar quer em quantidade, quer em qualidade e com isso assegurarmos um nível qualitativo muito equilibrado que nos possibilita que de ano para ano não se note muito a ausências dos melhores atletas, pois outros vão surgindo e dando cartas nos seus lugares.
Estamos por isso, no bom caminho, para num futuro próximo o nosso Clube ter os seus atletas da formação a competirem em excelente nível na sua equipa sénior ao mais alto nível e consequentemente competirem no escalão máximo da modalidade.

Não acha esse pensamento um pouco exagerado, digamos utópico?
Não, sinceramente não acho, como Treinador acredito que a evolução e crescimento vêm no seguimento do trabalho, como tal, os alicerces do Andebol do Boavista têm sido lançados ao longo dos últimos anos, pelo que acredito que o mais difícil está feito, que foi lutar para sobreviver, agora só temos que lutar para crescer…
Repare que o Andebol do Boavista, na sua formação está presente em quase todas as fases finais, de promoção ou de atribuição de títulos… isso quer dizer muito.


Quer então dizer que o futuro do Andebol do Boavista tem qualidade e continuidade?
Exactamente, o Andebol do Boavista tem tudo que é necessário para que dê certo, bons Dirigentes, bons Treinadores, excelentes Atletas, haja só a possibilidade de lhes oferecer melhores condições e acredito que rapidamente chegaremos ao Topo em todos os escalões.
Acima de Tudo o Andebol do Boavista tem uma Grande e Unida Família onde todos lutam pelo mesmo objectivo e pelo mesmo reconhecimento

Centrando-se na sua equipa, que futuro lhes augura?
Espero que o Futuro dos “Meus Meninos” seja recheado de êxitos, mais que desportivos, que o sejam a nível escolar, laboral, pessoal e familiar.
Falando só de Andebol, tenho a certeza que alguns destes “meninos” vão ter o seu nome reconhecido e gravado na modalidade, tais são as suas grandezas e potencialidades…

São miúdos com valores e princípios bem trabalhados, pelo que não tenho dúvidas que para além de grandes atletas, serão grandes homens.

FUTSAL - RESULTADOS DO FIM DE SEMANA


FUTEBOL FEMININO - RESULTADOS DO FIM DE SEMANA


segunda-feira, 19 de maio de 2014

ANDEBOL - INFANTIS (PONTO DA SITUAÇÃO)




NESTE ESCALÃO O BOAVISTA ESTÁ APURADO PARA A FINAL (CONCENTRADA) NACIONAL

ANDEBOL - INICIADOS (PONTO DA SITUAÇÃO)




ANDEBOL - JUVENIS (PONTO DA SITUAÇÃO)


O BOAVISTA FC MANTEM-SE NA PRIMEIRA DIVISÃO NACIONAL

ANDEBOL - JUNIORES (PONTO DA SITUAÇÃO)


LEILÃO DA CAMISOLA (AUTOGRAFADA) NÃO RECLAMADA PELO VENCEDOR


O departamento de voleibol do Boavista Futebol Clube organiza, a partir de hoje, o leilão de camisola autografada por toda a equipa de Voleibol Seniores (fem.) 2013/2014, tendo como prazo limite o dia 31/5 (sábado) às 24H00.

Este sorteio tem como base de licitação a verba de 10€.

As ofertas deverão ser enviadas via facebook ou por e-mail para: 
boavistafc.depvoleibol@gmail.com


Na pagina Facebook oficial do departamento de voleibol, e de forma diária, informaremos como está a decorrer o leilão.

O Amadoras publicará as informações sobre o leilão.
Vamos a isso!

FUTSAL FORMAÇÃO - PONTO DA SITUAÇÃO

O ponto da situação do futsal de formação é o seguinte:

JUNIORES 
Estão apurados para a final da Taça AF Porto.
JUVENIS
Terminou a participação na taça AF Porto, com o Boavista FC a ocupar o terceiro lugar

INICIADOS

Faltam quatro jornadas para terminar o campeonato distrital, com o Boavista a ocupar o quinto lugar na tabela classificativa.

 INFANTIS
A duas jornadas do final e com um jogo em atraso, o Boavista tem a sua posição definida na tabela.

BENJAMINS

Disputa-se a fase da atribuição do título na categoria mais jovem, terminada a primeira volta entre as quatro melhores equipas.

domingo, 18 de maio de 2014

JUDO - EM GRANDE PLANO NACIONAL E INTERNACIONALMENTE

Mirco Cabral no pódio
A secção do Judo do Boavista atravessa grande momento ao coleccionar títulos e lugares honrosos nas provas que disputa. Aqui deixamos três exemplos.


Alexandre Silva, 2º classificado na Taça da Europa de Juniores de Itália 2014! Uma prova quase perfeita em que venceu um esloveno, um azeri, um israelita e perdeu na final com um atleta da casa. Uma forte evolução rumo ao Campeonato da Europa de Juniores! 




Alexandre Silva - medalha de prata nos -55 kg

ASSIM SE REGISTA A HISTÓRIA DE UM CLUBE


ENG. ÂNGELO BROU, DUPLAMENTE CAMPEÃO

Encerramos a reportagem com um homem que esteve ligado às duas datas que se comemoravam no sábado. Como jogador na equipa campeã nacional de juniores, que comemora o cinquentenário e como dirigente da equipa sénior que celebra os vinte e cinco anos.
Referimo-nos obviamente ao engenheiro Ângelo Brou  que desde há muitos anos é Dirigente da FP Futebol.
PLACA JÁ NA VITRINA DO MUSEU

O senhor era jogador na altura do título de júnior. Ainda recorda esses tempos?
Fui um mau jogador e melhor dirigente, segundo me parece.

Então na qualidade de dirigente, sabe como nasceu esta ideia de comemorar as duas  conquistas?
Foram os Senhores Rui Santos e o Senhor Armindo, que resolveram comemorar os cinquenta anos da conquista do título pelos andebolistas. Tiveram alguma dificuldade em contactar todos, porque pelo andebol passou muita mais gente. Alguns infelizmente já desapareceram, já partiram, mas é uma alegria estar com esta gente.

Agora esta noutro mundo?

Sim no andebol as minhas lides terminaram e agora estou ligado à Federação Portuguesa de Futebol, mas é com muita alegria que volto a rever esta gente do andebol e do Boavista.

FERNANDO CARVALHAIS, O CAPITTÃO DA SUBIDA

Era, sem dúvidas, um dos mais emocionados e expansivos. Fernando Carvalhais o capitão de equipa campeã. Sempre entusiasmado, falou-nos desse feito que tanto o orgulha.
ADMIRANDO O TROFEÚ NA COMPANHIA DE CARLOS ALVES SANTOS

O que recorda desses tempos?
Era difícil jogar em qualquer lado onde fossemos, nesses tempos.
Porquê?
Associavam-nos sempre a coisas negativas, no desporto e ainda hoje não entendo porquê. E desta forma, tivemos algumas dificuldades para chegarmos onde chegamos. Mas com muito trabalho e com um grupo fantástico de miúdos, mesclado com jogadores com alguma experiencia, como era o meu caso, que trabalhava muito. Trabalhávamos mais que a maior parte das equipas, naquela altura.

No baú de recordações, há algum jogo especial?
Há! O jogo mais interessante, mais difícil, foi na Madeira, contra o Académico do Funchal. Chegamos ao intervalo a ganhar por uma diferença simpática, mas na segunda parte, o terreno do jogo descaiu para um lado… para o lado do mar! aconteceu que os três jogadores mais importantes a defender, vieram para a rua – eu incluído, o Talanov que era um Búlgaro fantástico que jogava na nossa equipa, que nunca em qualquer jogo tinha sofrido uma exclusão, foi excluído naquele jogo e o Manuel António.
Ficou difícil…
Terminamos o jogo com a miudagem em campo, a cinquenta e nove segundos do fim perdíamos por dois golos, mas conseguimos empatar o jogo.

Como se diputou o campeonato?
Teve uma primeira fase e uma segunda faz apuramento, ambas disputadas um sistema de poule de todos contra todos. A fase final foi a nível nacional, com equipas do sul e ilhas. Foram jogos bem renhidos.
Lembra-se quem subiu?
Curiosamente subiram as equipas do norte. Para além do Boavista, subiu o Fafe, que tinha uma equipa brilhante e a Académica de São Mamede.  Os jogos eram muitos difíceis. Era difícil jogar em Fafe, por exemplo, mas também era no nosso pavilhão que era o Garcia de Orta. Mas ainda hoje temos muitas amizades com os nossos colegas que foram nossos adversários, principalmente os de Fafe e São Mamede. Anos fantásticos!

Sendo o futebol a mola principal do Clube, como homem de modalidades, sou obrigado a colocar (sempre) a mesma questão. O que pensa da falta de um pavilhão?
Sempre pensei e defendo que um clube com modalidades de pavilhão… sem pavilhão não tem futuro. Não adianta nós estarmos a falar sobre clubes que querem praticar andebol, ou basquetebol, ou hóquei etc… e não têm pavilhão. Os encargos são enormes e o pavilhão não significa uma despesa, mas significa uma poupança, significa receita. O Boavista sem pavilhão, não faz sentido nenhum.

Sabe que em média o Boavista paga em alugueis de pavilhões quatro/cinco mil euros mês?
Só confirma o que eu defendo. Não pode ser! Veja, quanto lucrava se tivesse um pavilhão, não só deixa de pagar como o pode alugar. É uma aposta tem que tem que ser feita e rapidamente. Foi uma pena e um erro ter-se acabado com o pavilhão do Boavista.


FERNANDO GONÇALVES, RECORDA A CONQUISTA DO TÍTULO NACIONAL DE SENIORES

Fernando Gonçalves, era há vinte e cinco anos, o seccionista da equipa de seniores que conquistou o título nacional de seniores de andebol. Estava orgulhoso e feliz, junto ao troféu que perpetuará o feito da sua equipa.
VENDO FOTOS NO MUSEU
O que recorda, hoje, ao relembrar esta data?
Muita saudade, dos tempos em que era uma camaradagem muito grande. Havia uma união espectacular, mesmo com os sócios e adeptos do Clube. Tínhamos um grupo que os sócios acompanhavam a qualquer lado. Chegamos a ir a Lisboa e eles organizavam camionetas para nos acompanhar.

Onde realizavam os jogos na condição de visitados?
No Garcia da Orta. Que saudades desse ambiente que se criava nesse pavilhão, que mesmo sendo um pavilhão pequeno, estava sempre cheio com o apoio dos sócios do Boavista.

De certo modo, este título representa uma nova vida no andebol do Clube?
Sim e foi o início de muita história da modalidade no Clube. Temos um terceiro lugar na primeira divisão nacional, sempre com boas prestações e com muito bons atletas. Chegamos a contractar jogadores ao Porto, que era impensável naquela altura e sempre a lutar para engrandecer o nome do Boavista.
FERNANDO CARVALHAIS (CAPITÃO) E FERNANDO GONÇALVES (DIRIGENTE)  JUNTO AO TROFÉU CONQUISTADO E COM A PLACA QUE REGISTA O VIGÉSIMO QUINTO ANIVERSÁRIO
A realidade do momento é um pouco diferente. O senhor como homem do andebol acredita que no futuro o Boavista volte a atingir esse nível?
Nos tempos que correm vejo isso como muito difícil. Mas com trabalho, com paciência podemos evoluir, embora hoje tudo gire à volta de dinheiro, o que ainda mais dificulta as coisas. Por isso, não havendo dinheiro é muito difícil qualquer clube singrar.

Como homem das Amadoras o que lhe apraz dizer sobre o desmantelamento do pavilhão do Boavista?
Foi culminante para todas as secções e para o próprio Clube. Mais que isso, foi o que originou a dispersão dos sócios, originando a desistência de muitos. Antigamente perguntávamos “onde nos encontramos?” a resposta era sempre a mesma… no pavilhão! Depois tínhamos oportunidades de ver o Andebol, o Voleibol, o Futsal etc… agora anda tudo de casa às costas e nem sabemos (muitas vezes) onde são os jogos. A destruição do pavilhão foi muito negativa.

O ano que decorre, promete o reaparecimento do Boavista nos lugares a que tem direito pela sua história. O que espero do futuro a curto prazo?
Vejo o futuro um pouco mais risonho! Mas não vai ser fácil. Será preciso muito juízo.

Acha importante que todos se consciencializem disso?
Temos que ter os pés muito bem assentes no chão, porque para subir custa, mas para descer tudo é mais fácil. Temos que ter muita consciência disso.

Mas considera importante, esta subida do futebol?
Obviamente que com o futebol na primeira liga, as modalidades deverão ter mais apoio e assim, subirem de qualidade e poder competitivo.

Parabéns pelo aniversário do título.

Obrigado.

REPORTAGEM - A VISITA AO MUSEU

ENTREGA DA PLACA COMEMORATIVA DA CONQUISTA DO TÍTULO SÉNIOR

Adicionar legenda

ENG. ÂNGELO BROU, NA QUALIDADE DE DIRIGENTE DA EQUIPA SÉNIOR

VISITANDO AS FOTOS EXPOSTAS NO MUSEU



A PLACA COMEMORATIVA AGORA EXPOSTA NO MUSEU

REPORTAGEM - CINQUENTENÁRIO DO TÍTULO NACIONAL DE ANDEBOL

O primeiro encontro
O passado Sábado foi um dia de recordações e do Andebol axadrezado. Curiosamente, celebraram-se duas datas de conquistas nacionais, pelo Boavista. 
Adicionar legenda
O cinquentenário da conquista do campeonato nacional de Juniores e o primeiro quarto de século sobre a conquista do título nacional de seniores da segunda divisão nacional.
Apresentação de cumprimentos sempre em tom informal e descontaído
Para comemorar tais datas os antigos andebolistas reuniram-se e dedicaram todo o dia a recordar – mas também registar – as suas conquistas.

O Amadoras, esteve presente, para fazer um ligeira reportagem. Para não cometermos nenhuma injustiça, optamos por não referir nenhum nome de atletas e dirigentes presentes da parte desses vencedores, para não esquecermos algum. 
Por parte do Boavista Futebol Clube, estiveram presentes 
Presidente da Assembleia Geral, Luís  Teixeira de Melo
Presidente do Conselho Geral, Inspector Manuel Tavares Rijo
Vice-Presidente das actividades Amadoras, Eng. António Marques
Director-adjunto das Act. Amadoras, Dr. Carlos Alves dos Santos 
Director do departamento de Andebol, António Santos.
A entrega da placa comemorativa dos cinquenta anos do título de Juniores
O programa estava devido em três fases.
A primeira, na qual os antigos atletas e dirigentes entregaram aos representantes da Direcção, duas placas alusivas aos títulos conquistados e que foram de imediato colocadas nas vitrinas do Museu do Clube.

Seguiu-se uma missa em memória de todos os elementos entretanto falecidos.

O convívio foi completado com um almoço de confraternização entre todos atletas/dirigentes e representantes da Direcção do Boavista.

Apresentamos em seguida uma pequena reportagem sobre o acontecimento.