Texto principal

PARTICIPE NO FESTIVAL DE COR E ALEGRIA QUE O SARAU DE NATAL DA GINÁSTICA E ARTES MARCIAIS, LHE GARANTE. ADQUIRA OS SEUS INGRESSOS, NA SECRETARIA DA GINÁSTICA DO BOAVISTA FUTEBOL CLUBE

sábado, 10 de agosto de 2013

FUTSAL - BOAVISTA NO TORNEIO DE TÁBUA


Nos dias 17/18 de Agosto o Boavista vai estar presente no torneio de Tábua, conjuntamente com o Rio Ave, Viseu futsal e o campeão nacional o Sporting CP, com quem jogará nas meias finais

HÓQUEI EM PATINS - MORAIS GOMES FALA SOBRE O PROTOCOLO DA EQUIPA JÚNIOR

Morais Gomes, o director do Departamento de hóquei em patins, foi a pedra principal para a a celebração do protocolo entre o Alfena e o Boavista FC, que garantiu a continuidade da competição a um grupo de jovens, que agora representam o emblema da Pantera.

Fomos conversar com o dirigente, para aprofundar um pouco as bases desse protocolo.

Como nasceu a ideia deste protocolo?
Tudo isto, resultado de vários factores. O primeiro, é o facto do Alfena apenas ter como base o trabalho dos escalões de formação mais jovens. Sendo assim, esta equipa de Juvenis teria como destino o seu desmembramento e a dispersão dos seus atletas por vários emblemas. Chegamos a equacionar a continuação destes jovens no Alfena formando uma equipa de escalão Júnior, mas posteriormente, vimos com bons olhos, realizarmos este protocolo com o Boavista, porque consideramos que esta equipa tem qualidade suficiente para servir de lançamento desse escalão no Boavista.

O treinador (Joca) teve algum poder nessa decisão?
Sim, teve. O Joca analisou-os como equipa durante as suas observações e reconhecendo-lhes valor, apostou em tomar conta da equipa, para serem uma base de apoio da equipa sénior no futuro os começar a integrara nesse escalão. Foi por isso uma grande ajuda na decisão que tomamos.

Passa a ser também uma aposta no futuro?
Exactamente, com estes miúdos temos um continuidade assegurada e dentro de um a dois anos, alguns destes miúdos poderão ser chamados à equipa sénior, sendo que ainda esta época o poderão ser, isto no caso de lesões ou outras situações de atletas seniores. A grande vantagem, é que serão, formados e utilizados a mais alto nível, pela óptica e aposta do mesmo treinador, evitando, por fim, que o plantel sénior.

Os dirigentes com quem falei, estão satisfeitos com a sua continuidade no projecto. Isso é importante?
Claro que sim. Para nós e para os jovens, é importante porque a família continuará junta. Por outro lado, para os dirigentes e colaboradores é uma honra passarem a representar o Boavista que é um clube com nome, com história e que merece o respeito de todos.

A constituição desta equipa júnior acaba por ser o segundo passo num projecto em que muitos não acreditavam?
Efectivamente é o segundo passo, embora tenha que confessar que não era por aqui que desejava continuar o projecto,  mas as coisas proporcionaram-se e aproveitamos. Como já tive oportunidade de dizer, ao senhor Pina, a minha aposta era em iniciar uma escolinha de hóquei no Boavista, mas as condições de momento, ainda não são suficientes para essa aposta minha, vamos por isso, aguardar a reunião de melhores condições para darmos esse passo.

Mas este protocolo também garante o funcionamento de escolas paralelas, entre Boavista e Alfena. Não concorda?
De certo será assim. As escolinhas funcionarão aqui no Alfena e depois passarão a partir de juniores para o Boavista. Trabalhando em conjunto, isso será possível.

A realidade do departamento?
Olhe confesso que este ano já tivemos condições que não tivemos a época passada. O ano passado as coisas estiveram muito tremidas e – mesmo em termos financeiros – senão fosse a colaboração de vários amigos, os objectivos a que nos propomos, seriam muito difíceis de atingir. Este ano, mesmo a direcção do próprio clube, nos deram algum apoio. Acho que vamos conseguindo o nosso espaço e vejo as coisas melhores e mais seguras. Têm-nos dado condições que até eram impensáveis.

Como director do Boavista, não deseja enviar uma mensagem para os Alfenenses?

Eu neste caso, estou um pouco dividido, porque também sou director do Alfena. Considero que este protocolo é bom para os dois clubes, para além de promover uma união entre dois emblemas, é simultaneamente positivo para os pais dos atletas que os vêem continuar juntos e também para os miúdos que asseguram o seu futuro desportivo. Para o Alfena como clube de formação, acho ser muito positiva esta situação. Quero agradecer a todos os meus colaboradores do Alfena, pela sua ajuda realizada até à data e no futuro e especialmente ao António Silveira, que foi fundamental para a celebração deste protocolo.

FUTSAL - SENIORES INICIARAM OS TRABALHOS PARA A NOVA ÉPOCA

A equipa sénior do Boavista FC. Na modalidade futsal, iniciou os trabalhos de pré-época, no passado dia 5 de Agosto, que irão decorrer no pavilhão do Infante Sagres que continuará a ser casa axadrezada nos jogos de futsal sénior.
Na próxima semana iniciam-se os trabalhos com bola.

Entretanto, o Boavista, assegurou a continuidade dos seguintes atletas na sua equipa;
Pedro Silva, Pedro Andrade, Choias, Ricardo Santos, Rui Pedro, Sá Pinto e Ivan.








A nível de contratações temos a registar, para além do regresso do Grande capitão Alex Peixoto, as contratações;
 Dinho, proveniente do GD Cohaemato
Miguel Tomás, ex-Freixieiro

Pinto e Vitó, provenientes do Desportivo das Aves .