Texto principal

ESTÃO ABERTAS AS CAPTAÇÕES PARA OS PLANTEIS DE FORMAÇÃO DE FUTSAL. CONHEÇA OS DIAS DE TREINOS E ESCALÕES, CLICANDO NA FOTO DO LADO DIREITO DESTA PÁGINA.

sexta-feira, 3 de junho de 2016

GINÁSTICA RÍTMICA - BOAVISTA, ESTEVE PRESENTE NO TORNEIO DE CONJUNTOS DE SANTO TIRSO

Após o regresso do Luxemburgo, as atletas de Ginástica Rítmica, estiveram em ação no Torneio Nacional de Conjuntos de Santo Tirso, com resultados de diversos “sabores”, como nos explica, a técnica axadrezada, Amanda Batista, na sua análise global.

Como decorreu este Torneio de conjuntos?
Esta competição, foi realizada em Santo Tirso e analisar esta prova, custa-me, um pouco, porque os nossos resultados foram positivos e negativos.

Vamos por partes. Analise com a sua perspectiva de técnica.
Em Iniciadas, estiveram presentes sete conjuntos  e nós terminamos em… sétimo lugar. 
As meninas tiveram uma prestação, muito má. Pela apresentação que elas tiveram, considero o resultado justíssimo. 
De salientar que esta competição permitiu que víssemos os conjuntos que irão competir com elas nas provas oficiais e penso que se elas tivessem estado, como eu esperava, com uma boa apresentação teriam possibilidades de ter ficado no pódio.

Foi um dia mau, para as meninas Iniciadas…
Muito mau. Elas vão ter o Campeonato Distrital no dia dezoito e as coisas terão que ser muito diferentes. Tem que ser... não! Vão ser, diferentes!

Vamos a outros escalões?
Em Juvenis optamos por não participar, por considerar que não tínhamos condições para competir. Isto, é fácil explicar. Os conjuntos, são formados por cinco ginastas. Quando uma ou duas não pode estar presente nos treinos é muito difícil treinar e, aliás, nem se treina o conjunto. 
Nós temos seis ginastas e quando duas faltam é impossível competir.
Mas no distrital irão estar presentes?
Sim, vão estar presentes e esperamos que até lá treinem o suficiente para fazerem uma boa apresentação.

Outro escalão…
No escalão de Juniores, estiveram presentes seis conjuntos e nós… ficamos em primeiro lugar. As meninas apresentaram muito bem nas duas passagens.
Explique isso, de forma, a que os menos conhecedores entendam.
As equipas fazem duas representações e a nota final é uma média das duas apresentações. Muitas vezes, se faz uma excelente apresentação e a segunda não sendo tão boa – ou oposto – faz cair a nota e não se vence. 
As meninas do Boavista, fizeram duas excelentes apresentações e a média foi a melhor de todos os conjuntos.

Salvaram o fim-de-semana?
Exacto. E independentemente do resultado que foi excelente a apresentação delas foi muito boa, superando o que delas esperávamos.

Sobre as Infantis?
Estas meninas são muito novinhas e estão no seu início. Entre oito conjuntos as nossas meninas ficaram em sexto. 
Estas crianças começaram, este ano, a prática da ginástica, logo o nosso objectivo não é (para já) obter resultados, mas sim, que elas tenham o primeiro contacto com todo o processo competitivo, para que no próximo ano, evoluam para conseguirem resultados no futuro.


RESULTADOS
Conjunto Júnior - 1º lugar
Iniciadas - 7º lugar

Infantis - 6º lugar

FUTEBOL FEMININO - A CONQUISTA DO PONTO DECISIVO


Viagem para a conquista de um ponto... que pode nem ser necessário!

FUTSAL - AGENDA DESPORTIVA



FUTSAL (SUB-20) - JOÃO MARQUES, ANTEVÊ O JOGO DE TODAS AS DECISÕES

Em fim-de-semana de decisões, abordamos ontem, a modalidade de Andebol. Hoje, falaremos de outro jogo absolutamente decisivo, agora na modalidade de Futsal, no escalão de Juniores (sub-20).

O Boavista está a disputar as meias-finais do campeonato nacional do escalão, encontrando-se em desvantagem com o Caxinas, dado que perdeu no passado domingo em Vila do Conde. 

Amanhã pelas 18 horas, no pavilhão Fontes Pereira de Melo, o Boavista, recebe a equipa Vila-condense e tem forçosamente que vencer o jogo.
Em caso de vitória do Boavista, disputar-se-á no domingo o jogo de desempate. Em caso de derrota, o Boavista termina a participação no campeonato.

Por toda a importância deste encontro, contactamos, João Marques, técnico axadrezado a quem colocamos algumas questões.

João, não é jogo de mata/mata, mas sim de esperança ou mata… como estais a viver esta situação na véspera de tão importante jogo?

É uma situação inédita para nós, que nunca disputamos um jogo que nos poderia eliminar de uma prova. Temos que continuar a acalentar as esperanças de chegar à final, que foi sempre o nosso objectivo. 
O jogo de amanhã, será mais um jogo equilibrado, como foi o da primeira mão, embora o resultado faça pensar outra coisa. Quer uma equipa quer a outra pode ganhar, mas nós vamos entrar, obviamente, com o pensamento na vitória.

Há castigados ou lesionados?


Temos apenas uma contrariedade que na hora do jogo, teremos que analisar, para ver se é ou não possível a sua utilização.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

ANDEBOL (JUNIORES) - COM JOGO DECISIVO. CONHEÇA A OPINIÃO D0 TÉCNICO, CÉSAR VASCONCELOS


O campeonato Nacional de Juniores de andebol,, terá uma última jornada decisiva, no que respeita às equipas que lutam pela manutenção. Depois de uma fase em que tudo parecia decidido, alguns resultados “alteraram” um pouco, a lógica da competição.
A derradeira jornada, vai iniciar-se com três equipas empatadas pontualmente e em luta pela fuga ao “indesejável” lugar de despromoção.
O Boavista é uma dessas equipas e jogará no domingo pelas doze horas, um encontro decisivo.

Para conhecermos o momento da nossa equipa, entrevistamos, via telefone, o seu Técnico, César Vasconcelos.

Como treinador do Boavista, como antevês o próximo último e decisivo jogo?

Convêm contextualizar, esse mesmo jogo. Nós, entramos nesta fase, muito bem, obtendo duas vitórias, com os adversários directos que são o FC Gaia a e Ac. de São Mamede, o que nos deixou numa situação bastante confortável. Em condições normais o nosso campeonato estaria resolvido, só não o estaria, matematicamente falando.

Mas não está. O que aconteceu para não estar?

Por exemplo. O Gaia, teria que vencer aos adversários, primeiros classificados e foi o que aconteceu, o que poucos esperavam. O Gaia, conseguiu com esses resultados, chegar a esta fase, empatado em pontos com o Boavista e com o Avanca.

CLASSIFICAÇÃO

Como está a luta entre estes três clubes?

Temos a vantagem, directa com estas duas equipas. Em caso de empate final, teremos sempre a vantagem sobre eles. Mas caso o Gaia vença e nós percamos, desceríamos de divisão.

Quantas equipas descem?

Descem dois clubes. A Académica de São Mamede já está condenada, por isso, falta por isso, decidir uma das três equipas que os acompanha.

Para um leigo e olhando para a tabela e jornada, mesmo que o Boavista perdesse, seria natural que não descesse, porque os jogos das outras equipas também são difíceis. Concorda?

Essa seria a lógica normal, mas como já se verificou nem sempre tem acontecido.

O que espera então o treinador do Boavista?

Temos que ganhar. Jogamos com um adversário difícil a quem ainda não ganhamos esta época. Perdemos em casa por diferença de cinco golos, tendo perdido, fora, por um golo. Ficamos com a sensação que poderíamos ter ganho qualquer um dos dois jogos, porque considero que perdemos mal. Portanto, temos a oportunidade de salvar esses dois resultados e a época em si.

O jogo a que horas se início?

No domingo às doze horas, com os outros dois jogos com o mesmo horário.

A JORNADA DECISIVA

ANDEBOL - AGENDA DESPORTIVA PARA O FIM-DE-SEMANA






terça-feira, 31 de maio de 2016

BEATRIZ ALVES - A "FURACÃO" DAS CADETES DO VOLEIBOL

Beatriz Alves, é uma atleta da equipa de Cadetes de Voleibol que atravessa uma fase de paralisação, derivado a uma lesão, com gravidade média. Mas mantêm a sua boa disposição e aposta na recuperação.
Vamos tentar conhecer um pouco da "Alves", mais conhecida por "mulher furacão".


Começo por perguntar, quem é a "Alves" das Cadetes?

Chamo-me Beatriz Alves, tenho dezasseis anos, estudo no Grande Colégio Universal e frequento o décimo ano.

Já tens objectivos a nível de estudos para o futuro?

Queria seguir medicina, porque o meu desejo é ser médica, mas ainda não está definido.

Como surgiu o voleibol na tua vida?

Comecei a jogar voleibol na praia, com os meus pais, mas, mais a sério e numa equipa, iniciei-me no Grande Colégio Universal, quando tinha nove anos a andava no quinto ano.

Quanto tempo, estiveste a jogar pelo Universal?

Durante, cerca de seis anos.

Como se dá a passagem do Universal para o Boavista?

Aconteceu que a nossa equipa acabou. Umas jogadoras foram para um lado, outras para outro. Fui convidada por alguns clubes, entre eles o Boavista e optei pelo Boavista.

Em que escalão entraste no Boavista?

No escalão de Cadetes e passei agora para as Juvenis.

Que diferenças, encontras entre a jogadora do Universal e a do Boavista?

Sinto que evolui muito, com os métodos e treinos do professor Simão. Para ser justa, acho que evolui bastante. Sinto que jogava razoavelmente, mas agora subi bastante de produção.

Porquê o voleibol e não outra modalidade?

Eu joguei ténis desde os dois anos, mas preferi uma modalidade colectiva, enquanto o ténis é individual. Prefiro uma modalidade em que possa apoiar e ser apoiada pelas minhas colegas e não uma em que ande sozinha.

O Carlos Simão, impôs no Boavista um ritmo de trabalho, que surpreendeu muita gente. Notaste alguma diferença do que estavas habituada?

Sim, notei bastante diferença. O facto de estar num clube, é logo, só por si, diferente, que estar num colégio. No clube os treinos são mais puxados. Temos mais espaço e com um treinador que acredita em nós, tudo se torna mais exigente.

O Carlos Simão é exigente?

Bastante. Mas isso é bom para nós, porque é assim que conseguimos evoluir.

Mas no princípio da época foi difícil?

Concordo que no início não foi fácil, porque não estávamos habituadas a tal intensidade. A equipa tinha acabado de se formar e com o treinador a esperar demais de nós. Foi difícil  e até traumatizante.

Mas e actualmente?

Estamos habituadas, gostamos da forma como o professor trabalha e queremos que continue connosco.

Na Taça AVP, estais a jogar contra equipas de Juvenis, sendo vocês uma equipa de Cadetes. É difícil?

Nem por isso. Na prova em que estamos a jogar, as equipas, não são propriamente as mais fortes e não está a ser muito difícil para nós acompanhar essas equipas nos jogos.

Que esperas para o ano, da tua equipa de Juvenis?

Espero que tudo continue igual com o professor a puxar por nós e que por nossa parte, continuemos a evoluir. Espero que a equipa não se separe, não se parta e continuemos a trabalhar com entusiasmo.

Para uma jogadora de um Colégio, como sentes jogar com uma camisola de um clube como o Boavista?

O meu pai é do Boavista e para mim é um orgulho especial vestir esta camisola. É óptimo jogar no Boavista com esta equipa.

Como aconteceu essa lesão?

Comecei a sentir dores à cerca de cinco meses, quando treinava e essas dores foram-se intensificando. Fiz fisioterapia que aliviou, mas não resolveu o problema. 
Fui chamada à selecção mas no segundo dia tive que vir embora, cheia de dores. Fui enviada ao hospital e descobriram que tenho uma lesão grave, que inclusive já acabou com a carreira a várias jogadoras. A lesão é no supre espinhoso  e bícepe, com os tendões inflamados.

Esperançada em recuperar?


É isso que mais quero para voltar a treinar, junto da minha equipa.

FUTSAL - RESULTADOS



segunda-feira, 30 de maio de 2016

ANDEBOL - PONTO DA SITUAÇÃO

As competições Nacionais de Andebol, aproximam-se do final, como se comprova através das tabelas que publicamos.

Na competição de Juniores, resta disputar a última jornada, com possibilidades de ter interferência no escalonamento final.
CLASSIFICAÇÃO ACTUAL

 PRÓXIMA (ÚLTIMA) JORNADA
Nota: Se a lógica imperar a classificação pode ficar semelhante ao actual posicionamento. Mas, o melhor é vencer!

No escalão de Juvenis, a competição já está concluída com o Boavista a assegurar a manutenção no primeiro escalão nacional.



Para melhor analisarmos todo o contexto andebolístico axadrezado, iremos realizar esta semana, uma entrevista com um, dos seus dirigentes, e apresentaremos um balanço de toda a época

ANDEBOL - RESULTADOS DO FIM-DE-SEMANA



BOXE (JUNIORES) - BOAVISTA SAGRA-SE CAMPEÃO NACIONAL, PELA SEGUNDA VEZ CONSECUTIVA

O Boavista Futebol Clube, sagrou-se CAMPEÃO (Bicampeão) NACIONAL DE JUNIORES em Boxe.

Os atletas que conquistaram mais um título Nacional, para o Boavista, são:
VITÓR CARVALHO
PEDRO MELO
JOÃO LUZ

O técnico, deste trio de Campeões é o campiníssimo Carlos Caldas

FUTSAL (SUB-20) - BOAVISTA, PERDE EM VILA DO CONDE, SENDO OBRIGADO A VENCER EM CASA NO PRÓXIMO FIM-DE-SEMANA

Sporting CP e Caxinas, partem na frente após vencerem os jogos referentes à primeira mão, das meias-finais do Campeonato Nacional de futsal (sub-20).

Resultados:

ADCR CAXINAS 8 – BOAVISTA FC 2
SL BENFICA 3 – SPORTING CP 4

A competição tem continuidade no próximo fim-de-semana, com os encontros da segunda mão. Esta eliminatória é decidida, após um clube atingir a segunda vitória, o que equivale em dizer que Boavista e Benfica, vencerem no Sábado, voltarão a jogar no desempate no próximo domingo.

Estes jogos, não permitem empate. Se tal acontecer no final do tempo regulamentar, haverá lugar a um prolongamento e se necessário, desempate por penaltis.

O resultado obtido pelo Boavista, em Vila do Conde, é (primeiro) “mentiroso” pela diferença de golos e simboliza, por si, o "espírito" desta fase de competição. O Boavista, a perder por três golos, lançou-se no chamado “tudo por tudo” e acabou por ser goleado.

Nada está em causa, no próximo sábado, o Boavista é obrigado a vencer e voltar a jogar em casa no domingo.

Daremos mais pormenores durante a semana.

domingo, 29 de maio de 2016

FUTSAL (SUB-20) - TODOS A VILA DO CONDE


FUTSAL FORMAÇÃO - CAPTAÇÕES PARA A PRÓXIMA ÉPOCA



GINÁSTICA RÍTMICA - FOTOS DO LUXEMBURGO

Vejam, algumas das fotos da participação da ginástica rítmica do Boavista no Luxemburgo, visitando o blogue das fotos das Amadoras, clicando sobre o link








GINÁSTICA RÍTMICA - BOAVISTA ESTEVE PRESENTE, COM EXCELENTES RESULTADOS, NUM TORNEIO INTERNACIONAL DE LUXEMBRUGO


Publicamos na integra, um artigo sobre a participação da Ginástica do Boavista 
em torneio Internacional no Luxemburgo

Atletas lusas brilham no torneio de ginástica rítmica do Luxemburgo



As ginastas do Boavista Futebol Clube  brilharam no Torneio Internacional da modalidade, que se disputou durante o fim-de-semana, no Centro Cultural e Desportivo Tramschapp, na capital. 
Mais Galerias

Além de conquistar alguns pódios, o contingente português esteve em bom nível na esmagadora maioria das suas actuações nos vários escalões etários.
As ginastas do Boavista Futebol Clube, equipa que se apresentou na competição com o maior número de atletas, alcançaram o primeiro lugar no conjunto de juniores e o segundo no conjunto de pré-juniores.
A nível individual, a jovem Bianca Henriques foi segunda classificada na categoria ’kids 2006 B’, a mesma classificação que Teresa Martins conseguiu na categoria ’kids 2004 B’.
Além dos referidos pódios, Madalena Lages, Inês Carvalho, Maria Rocha, em juniores A, Sara Amorim (na foto) e Leonor Oliveira, em juniores B, tiveram bons desempenhos, ficando a escassos pontos das medalhas.
Sara Monteiro, responsável principal da secção de ginástica rítmica do Boavista, fez “um balanço positivo” da participação das suas ginastas, destacando “a importância” que “estas experiências internacionais têm para as jovens ginastas”, e o primeiro prémio atribuído à melhor claque, que a equipa da Invicta ganhou.
A prova contou com a participação de equipas de 18 países e, além dE duas equipas lusas, participaram na prova um grupo de quatro juízas portuguesas. 
Nota do Editor: Por motivos de problemas de saúde pessoal, ainda não foi possível a presentarmos uma crónica sobre a excelente participação das Panteras. Brevemente, apresentaremos esse trabalho. Pelo facto apresentamos as nossas desculpas.