Texto principal

TERMINADA MAIS UMA ÉPOCA DESPORTIVA, DESEJAMOS A TODOS ATLETAS E SEUS FAMILIARES UMAS BOAS E MERECIDAS FÉRIAS, DA NOSSA PARTE CONTINUAREMOS O TRABALHO PREPARANDO A NOVA ÉPOCA DE 2019/2020. BOAS FÉRIAS


terça-feira, 31 de maio de 2011

FUTSAL SENIORES - SÁ PINTO EM ENTREVISTA

Sá Pinto,atleta de futsal, sofreu uma lesão no último jogo da época mas não desanimou e diz-se optimista para a nova época.
Porquê Sá Pinto quando tu és Tiago?
Porque quando era pequeno eu jogava futebol de onze no Salgueiros e como o Sá Pinto lá jogava, começaram a chamar-me Sá Pinto e assim ficou o meu nome desportivamente.
Quanto tempo jogaste futebol?
Joguei só um ano porque o meu pai me proibiu por causa da escola. Depois mudei para o futsal porque todos os meus amigos jogavam futsal e assim me transferi para o modalidade.
Qual o teu primeiro clube?
Um clube perto de minha casa, o Guifões!
Vamos fazer uma viagem pelo teu passado de atleta.
Depois do Guifões vim para o Boavista como Júnior, subi a sénior e depois da pré-época fui emprestado ao Mocidade da Arrábida e Nogueirense (na primeira divisão) e Gondomar onde subi da terceira à segunda, depois Crecor e depois o regresso ao Boavista esta época.
Esta época o Boavista terminou em quarto. O que te diz isso?
Sinceramente quando começou o campeonato nunca pensei chegar a este posto, mas agora no final do campeonato fico com um amargo na boca, porque considero que podíamos ter subido de divisão.
A vossa segunda volta foi muito forte…
Sim mas os cinco primeiros jogos é que determinaram esta classificação, porque esses (maus) resultados não nos permitiram lutar (depois) pela subida. Em jogo jogado poucas equipas se aproximavam de nós.
Acabou aquele síndroma de jogar fora?
Sim isso já passou. Não sendo uma equipa toda nova, nós temos aqui três quatro jogadores novos que vieram ajudar a mudar essa mentalidade. Agora jogamos em todo lado de igual forma.
Académica e Braga subiram. Eram as melhores?
É assim, se subiram é porque eram as melhores! Pessoalmente considero que quando jogamos contra eles, não lhes ficamos a dever nada em qualidade de jogo, mas o campeonato é uma prova de regularidade e eles ficaram nos primeiros lugares…
Para o ano, esperas alcançar a subida, mesmo com os problemas que possa trazer ao clube?
Nós jogadores e treinadores, jogamos sempre para ganha. Tendo em consideração este campeonato e o que fizemos na taça, com mais um ou dois reforços, penso que temos equipa para atacar com êxito a subida. Temos é que começar a época com a mentalidade com que fechamos esta e não a que abriu este campeonato.
Achas possível o Boavista participar nestas condições na primeira divisão?
Isso é um problema que não me diz respeito, eu sou jogador e quero ganhar, para isso treino e tento dar o meu melhor, o resto não me diz respeito. Nem a mim nem aos meus colegas, nós vamos jogar sempre para ganhar.
Como aconteceu essa lesão?
Olhe, foi azar. No último segundo, do último jogo da época… caí e aconteceu. Agora só penso em recuperar.
Descreve o lance…
Foi um lance normal disputado com um jogador do Foz, desequilibrei-me e caí sozinho, o adversário não teve responsabilidade alguma.
O que pensas do futsal nacional?
Esperava muito mais do futsal em Portugal. Neste momento, em vez de o ver crescer e progredir, verifico o contrário não prevejo grande futuro para a modalidade.
Aquele sonho de profissionalismo para muitos jovens, caiu por terra?
Sim, sem dúvida alguma.
Que soluções encontras?
Não sei! Talvez a entrada do FC Porto ou a criação de uma liga totalmente profissional.
Mas isso resolveria (se resolvesse) a questão dos grandes. E os pequenos?
Pois é! E ainda teríamos mais uma invasão de Brasileiros. Nada tenho contra eles, mas deveria haver um número máximo de estrangeiros por clube.