Texto principal

O SARAU DE NATAL DO DEPARTAMENTO DE GINÁSTICA SERÁ REALIZADO NO DIA 16 DE DEZEMBRO PELAS 16 HORAS NO PAVILHÃO DO CENTRO DECONGRESSOS DE MATOSINHOS

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

FUTSAL (SUB 20) BOAVISTA VENCE O SEU PRIMEIRO JOGO




VINTE MINUTOS DE FUTSAL CORRIDO E OUTROS TANTOS DE LUTA E EMPENHAMENTO...SEM FUTSAL 

O jogo entre Boavista e Contacto Futsal, a contar para a quarta jornada do campeonato nacional de futsal, no escalão de sub 20, teve duas partes absolutamente distintas.


Uma primeira parte, de grande velocidade sobre a bola – apanágio do sistema de jogo da equipa de terras de Basto – ao qual o Boavista aderiu e do qual acabou tirando claro proveito.


Foi muito forte o Boavista nesta fase, marcando cedo o seu primeiro golo, quando ao três minutos Diogo finalizava num remate na diagonal em recarga a uma jogada axadrezada.


Dois minutos passados e Luís aumentava a vantagem concluindo ao segundo poste mais uma das várias jogadas ofensivas do Boavista, que dominava completamente o encontro.


No  minuto seguinte, aproveitando uma perda de bola axadrezada, Tiago reduzia o marcador para os de Cabeceiras de Basto.


O jogo estava a ser disputado a grande velocidade, sem qualquer intenção de controle de bola e o Boavista conseguiria atingir a marca de quatro a um, com golos de Repas aos nove minutos e de João aos treze, na melhor jogada de todo o jogo em que a bola circulou por todos jogadores do Boavista.


Numa falha de concentração defensiva, para não lhe chamar outra coisa, o Boavista sofreu a quinze segundos do intervalo o novo gole por intermédio de Tiago que reabriu o marcador para a segunda parte.
Foto cedida por Augusta Lima


O futsal, não compareceu neste período. Graças à enorme pressão ofensiva do Contacto, o Boavista nunca conseguiu controlar o jogo, que passou a ser uma autentica guerra (pacifica) entre jovens que lutavam até à exaustão pelo resultado.


Houve oportunidades para os dois lados, mas mais para os visitantes. O Boavista conseguiu com muita entrega evitar o golo do Contacto que aconteceu (só) aos trinta e três minutos.


Muita luta, muito empenhamento e entrega  mas muito pouco futsal. A trinta segundos do final Miguel Lima, guardião axadrezado, conseguiu com extraordinária defesa, evitar o empate, salvando dois pontos.


Primeira vitória do Boavista na prova e a questão que ficou no ar. O que vale esta equipa?
O primeiro tempo ou o segundo? O melhor seria que fosse o conjunto das duas partes.


Excelente arbitragem