Texto principal

O DEPARTAMENTO DE GINÁSTICA E ARTES MARCIAIS DO BOAVISTA FUTEBOL CLUBE, VAI ORGANIZAR O SARAU DE ENCERRAMENTO DA ÉPOCA NO DIA 12 DE JULHO NO PAVILHÃO MUNICIPAL DA SENHORA DA HORA.


terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

FUTSAL (SUB 20) - COMENTÁRIOS DE JOÃO MARQUES, TÉCNICO AXADREZADO

Para encerrarmos o capítulo do jogo com o Sporting, publicamos a análise do técnico axadrezado, João Marques, que era um homem calmo, mas reconhecendo que o jogo merecia outro resultado.

Como se perde por três golos um jogo que poderia ter terminado empate a meia dúzia de golos?

Antes de mais, devo dizer que se entrasse neste pavilhão após o começo do encontro, pensaria que era um jogo entre Boavista e Sporting a contar para a primeira divisão de seniores. Tal a forma a intensidade, velocidade e qualidade com que o jogo foi disputado. 
Uma primeira parte, super equilibrada, com o Sporting a mostrar os seus argumentos e nós, também, a contrapor muito fortes, com um nulo que contrariava as oportunidades criadas.

Daí o empate ao intervalo?

Sabíamos, que o jogo não iria acabar com o resultado de zero a zero. Defrontaram-se aqui a melhor equipa da zona norte e a melhor equipa da zona sul, da primeira fase e, por isso, havia todos os condimentos para ser um grande jogo.

O técnico do Sporting, afirmou que estas serão duas das equipas da final four e registou aq qualidade do jogo. Mas custou perder?

Como esta intensidade e qualidade, é raro ver na divisão principal. Nós ficamos debilitados fisicamente. 
Quando o resultado era um empate a três, tentamos vencer, permitindo o contra ataque que virou o jogo. Depois a perder e a pouco tempo do final, tivemos que abrir-nos, defendendo diferente do habitual, arriscando tudo para abrir as nossas linhas. O Sporting aproveitou, esse aposta no risco que corremos.

Nas primeiras jornadas o Boavista defrontou os dois grandes de Lisboa e com estes resultados afirmou-se como candidato às meias-finais?

O Boavista, vai em todos jogos lutar pela vitória, sabendo que todos os jogos serão equilibrados e todos muito difíceis. Estão nesta fase as oito melhores equipas de futsal neste escalão, não há como fugir disto. 
Todos os jogos serão intensos e os resultados serão sempre imprevisíveis e decididos nos pormenores. O Boavista estará na guerra até ao último segundo.

Jorge Monteiro, sentiu-se empolgado com o ambiente do pavilhão e disse que com um público deste qualquer clube é grande. E afirmou, o Boavista tem um público extraordinário que o faz ser um grande clube. Na condição de boavisteiro e não de treinador, o que tens a dizer sobre tais comentários?


É a pura da verdade. O futsal e o desporto só é rico quando temos adeptos nos pavilhões. Um pavilhão deserto não nos diz nada. As emoções transparecem e passam também para os adeptos e o ambiente torna-se fantástico. Todos ficamos a ganhar com isso.