Texto principal

O BOAVISTA FUTEBOL CLUBE, ORGANIZA NO PRÓXIMO DIA 17 DE NOVEMBRO A CORRIDA DA PANTERA. UMA PROVA COMPOSTA POR 10 KM DE CORRIDA OU 5 KM CAMINHADA. PARTICIPE!


quinta-feira, 2 de novembro de 2017

VOLEIBOL - CRÓNICA DO JOGO COM O BELENENSES



CF “OS BELENENSES” 1 – BOAVISTA FC 3

25/21, 22/25, 23/25, 19/25


 PANTERA FERIDA... ENGOLE PASTÉIS

CONSTITUIÇÃO DA EQUIPAS

ÁRBITROS

Rui Reis e Pedro Teixeira (Lisboa)



CF "OS BELENENSES"

B. Rodrigues

M. Maio

R. Fernandes

M. Gomes

C. Candeias

S. Amaral

B. Fernandes

M. Tinoco

A. Vicente

C. Garcez (L)

D. Loureiro (L)

Treinadores

João Correia

P. Fonseca

Massagista

António Fontes



BOAVISTA FC

Mami

Bia

Salsa

Salsinha

Baptista

Ritinha

Boande (L)

Massada

Benny

Catarina

Sara

Micaela
Treinadores
Paulo Pardalejo
joão Martins
Fisioterapeuta
André




Excelente jogo de voleibol, entre duas boas equipas, com vitória para as axadrezadas, que reagiram física e mentalmente a um bom início da equipa visitada. A diferença de apenas um set daria uma imagem mais correcta dos acontecimentos, mas as panteras empolgadas, acabaram por impor a diferença de dois sets. 

O jogo esteve interrompido por quebra de energia no pavilhão Acácio Rosa, exactamente quando o Boavista fez o vigésimo quinto ponto do segundo set. Uma coincidência… de certeza absoluta!


O Boavista esteve apoiado – em Lisboa – por dezenas de adeptos sempre incansáveis no seu apoio.




1º set 25/21



Resultado um pouco enganador que castiga o Belenenses, dado que o equilíbrio no marcador, só aconteceu nos últimos minutos do parcial. O Boavista correu sempre atrás do prejuízo, passando nos tempos técnico em desvantagem de 3/8, 9/16. Na entrada da vintena de pontos, fase decisiva, o Belenenses vencia por 20/12, tendo o parcial… no bolso.

As panteras reagiram e fizeram diminuir a desvantagem para quatro ponto, mas já um pouco tarde demais, para discutir a vitória.




2º set 22/25

O Boavista, deixara no set anterior, a ideia que poderia e iria fazer mais e melhor, mesmo assim começou mal, dando a vantagem de 3/0 paara as lisboetas. 
Reagirão as panteras e conseguiram empatar o parcial na marca 5/5. O parcial passou a ser muito equilibrado e o primeiro tempo técnico foi atingido com o marcador a registar 8/7 para a equipa da casa. O segundo tempo técnico dava a vantagem ao Boavista por 16/15, mercê de um jogo muito equilibrado e disputado.

Após este tempo técnico, o Boavista entrou “decididamente em campo”. 
O bloco axadrezado dominava na rede e as respostas atacantes eram letais. As panteras conseguiam impor a marca de cinco pontos de vantagem e na fase final, a 24/20. Responderam as lisboetas com dois pontos, mas o Boavista matou de imediato o parcial.




3º set 23/25

O Belenenses entrou bem e impôs sempre vantagem pontual, com o Boavista a recuperar e na passagem do tempo técnico o marcador registava 8/7 para as de Belém. As características do jogo mantiveram-se e o segundo tempo foi atingido com a marca de 16/12.

O Boavista,  tomou então, conta do jogo e alcançou o empate a 19 pontos, impondo o seu melhor período até à marca de 20/24. Lutou e muito o Belenenses marcando três pontos, morrendo na praia, porque o Boavista fechou o set.




4º Set 19/25

Para não variar, o Belenenses entrou na frente, só que a reacção do Boavista foi rápida  e pela primeiro vez atingiu o tempo técnico em vantagem de 8/6 e nunca mais largou a vantagem no marcador, passando o segundo tempo com 16/13. 
O Belenenses nunca se rendeu, mas o Boavista nunca facilitou. Foi um dos parciais com jogadas mais bonitas  dos dois lados. O Boavista acabou por vencer com alguma tranquilidade por seis pontos, impondo a clara superioridade física.