Texto principal

PARTICIPE NO FESTIVAL DE COR E ALEGRIA QUE O SARAU DE NATAL DA GINÁSTICA E ARTES MARCIAIS, LHE GARANTE. ADQUIRA OS SEUS INGRESSOS, NA SECRETARIA DA GINÁSTICA DO BOAVISTA FUTEBOL CLUBE

segunda-feira, 3 de julho de 2017

ENTREVISTA COM MARTA GONÇALVES - CAMPEÃ NACIONAL DA DIVISÃO DE BASE, EM TRAVE



A ginástica Artística do Boavista, está de parabéns porque  três  das suas atletas conquistaram o título nacional no campeonato de base. Hoje, iniciamos três artigos com a novas campeãs nacionais.



Marta Gonçalves é a nossa primeira entrevistada. Campeã Nacional de Base, na “Trave”.


Com que idade te iniciaste na ginástica e que idade tens?


Tenho catorze anos e comecei com seis anos, aqui no Boavista.



Porquê a Artística e não outra variante da ginástica?


Porque a minha mãe, sempre gostou de Ginástica Artística e trouxe-me para o Boavista e para a artística. Gostei e nunca cheguei a experimentar outra.



E agora continuas a ser obrigada a estar na artística?


Não (riu-se) a minha mãe já não me obriga, agora sou eu que quero ficar.



Como correram as provas no campeonato?

Correram bem.

Só bem?

Bem. Consegui ser Campeã Nacional de Base em Trave e terceira classificada em Solo.


Foram os primeiros títulos que conquistaste?


Este ano não fui aos distritais, mas no ano passado fui Campeã Distrital. Em dois mil e onze, fui Campeã Nacional em Saltos de Cavalo e fiquei em segunda na Trave.


A Trave é um aparelho ingrato, porque não permite uma única hesitação?


É um bocadinho, mas é o parelho que mais gosto e depois gosto de “ Solo”


Qual a tua aposta para o futuro?


Continuar a trabalhar para continuar a evoluir calmamente, mas o mais rapidamente possível.


Onde estudas?


Estudo no oitavo ano na Escola Clara de Resende.


Como reagiram as tuas amigas ao terem conhecimento da tua conquista?


Ficaram contentes, mas não deram assim muito valor, isto as amigas da escola, porque as minhas amigas da ginástica do Boavista ficaram felizes e orgulhosas, porque quando uma ganha... ganhamos todas.

E tu?

Eu... fiquei feliz.


Alguma mensagem para os treinadores?


Agradeço a todos pelo trabalho que têm feito e pelo que me têm ensinado.