Texto principal

TERMINADA MAIS UMA ÉPOCA DESPORTIVA, DESEJAMOS A TODOS ATLETAS E SEUS FAMILIARES UMAS BOAS E MERECIDAS FÉRIAS, DA NOSSA PARTE CONTINUAREMOS O TRABALHO PREPARANDO A NOVA ÉPOCA DE 2019/2020. BOAS FÉRIAS


quarta-feira, 6 de abril de 2016

O VICE-PRESIDENTE ENG. ANTÓNIO MARQUES, EXPLICA AS RAZÕES DA TRANSFERÊNCIA DO POSTO MÉDICO


Com a intenção de esclarecer o universo Boavisteiro sobre a alteração das instalações do posto médico, decidimos questionar o mentor da decisão, o Vice-presidente das Actividades Amadoras, engenheiro António Marques, colocando algumas questões sobre o tema.

A transferência de instalações do Posto Médico das Amadoras foi concluída esta semana. Sendo um assunto, assumido pela Vice-Presidência como prioritário, qual a razão de “só” agora se ter realizado?

Na realidade era uma situação que considerava muito urgente. Quem conheceu as antigas instalações do Departamento Médico das Modalidades Amadoras (que sempre assumimos que eram provisórias) entende perfeitamente a razão da necessidade da sua deslocalização para um espaço com melhores e mais dignas condições.
O espaço que sempre lhe esteve destinado é este para o qual foi agora transferido.
Só existia uma única razão que nos impedia de concretizar esse objetivo e que era a dificuldade de acesso para os Atletas com mobilidade reduzida (permanente ou transitória). Como conseguimos criar condições através de um elevador com acesso direto á praceta em frente ao estádio, ultrapassamos esse constrangimento e pudemos avançar para concretizar este nosso objetivo.

Para as pessoas menos familiarizadas com a questão, quer apresentar as condições que considera mais relevantes?

Comparativamente com a anterior situação, julgo estarem criadas as condições necessárias para concretizarmos de imediato os três principais objetivos a que nos propusemos:

1-     Melhorar substancialmente as condições de trabalho dos Profissionais de saúde envolvidos. Naturalmente não posso deixar de referir e de enaltecer todo o empenhamento, dedicação e competência dos nossos Profissionais de saúde, em especial o Dr. Pinto de Sousa que no final do ano passado suspendeu a sua ligação profissional ao Clube, que durante vários anos sempre conseguiram ultrapassar as enormes dificuldades que as precárias condições de trabalho lhes provocavam.

2-     Com uma excelente “sala de espera” e com o previsto apetrechamento de um pequeno “ginásio” lá existente, estão criadas as condições para uma maior comodidade dos Atletas antes de serem atendidos e, naturalmente, passam a existir condições para uma melhor e mais rápida recuperação das lesões.

3-     Melhorar a qualidade da organização e do funcionamento do Departamento Médico.

Para o futuro, a nível de departamento médico, aposta em mais algum melhoramento de acessos ou instalações?



Para além das naturais melhorias de apetrechamento e de conforto nos espaços existentes no Departamento que pretendemos vir a concretizar, no limite, no inicio da próxima época desportiva, é nossa intenção procurar criar condições para adquirir um elevador apropriado que ficará localizado num local já destinado junto á entrada do Departamento de Ginástica e Artes Marciais e muito próximo do novo Departamento Médico.