Texto principal

TERMINADA MAIS UMA ÉPOCA DESPORTIVA, DESEJAMOS A TODOS ATLETAS E SEUS FAMILIARES UMAS BOAS E MERECIDAS FÉRIAS, DA NOSSA PARTE CONTINUAREMOS O TRABALHO PREPARANDO A NOVA ÉPOCA DE 2019/2020. BOAS FÉRIAS


quarta-feira, 15 de julho de 2015

VOLEIBOL - DANIELA TORRES, SERÁ A ADJUNTA DE CARLOS SIMÃO NA EQUIPA DE INFANTIS

Daniela Terras, ingressou nos quadros técnicos do voleibol do Boavista, ao ocupar o cargo de treinadora-adjunta da equipa de Infantis. Mostrando um grande “à-vontade” e cumplicidade com as jovens atletas, mas impondo-se sempre que acha necessário.

Como se deu o teu ingresso no Boavista?
Foi mesmo o destino. Estava na Decatlon e conheci o senhor Hélder do Markting, conversei com a filha, a Francisca, sobre voleibol. A Francisca, joga no Boavista e como mostrei muito prazer pelo Volei, o senhor Hélder indicou-me ao professor Carlos Simão, conversamos e facilmente chegamos a acordo.

Jogaste Voleibol, ou onde jogavas no momento?
Joguei há muitos anos atrás e no momento não jogava em clube nenhum, mas gosto muito do voleibol.

Há quanto tempo estás na equipa do professor Simão?
Sensivelmente há um mês.

Qual é o teu estado de espirito e o que esperas?
Estou com muita vontade de aprender e de ajudar em tudo o que for preciso. A longo prazo, espero que não muito, quero ser treinadora principal de Voleibol, por isso, vou colaborar e assimilar tudo, o que puder, para o meu crescimento. Vou trabalhar em conjunto, com a atleta das seniores a Daniela Silva, que vem fazer um estágio. Vamos trabalhar juntas aqui na equipa de Infantis.
Quais as primeiras sensações?
Estou a gostar muito e saliento acima de tudo, a grande união entre elas. Muita amizade e cumplicidade na equipa. Isso, serve como pilar para se realizar um bom trabalho. Disseram-me que nos últimos anos, não era bem assim, que havia alguma divisão entre as atletas. A nossa aposta, vai ser recriar um bom ambiente, para todos podermos trabalhar com resultados positivos.

Quando começaste a ter uma aproximação mais relevante com as atletas?
Foi num torneio que se realizou no, Irene Lisboa, no qual verifiquei, facilmente, a união de todas. Entrosaram-me no grupo delas e sinto que gostam de mim.

Para a próxima época, tudo aponta para que os treinos sejam somente num pavilhão. É positivo não necessitar de andar com “a casa às costas”?
Sei desse processo e da forma como se treinava anteriormente. A ser possível essa solução todos seremos beneficiados.

Agora… férias?

Sim alguns dias, mas estou ansiosa para iniciar este projecto.