Texto principal

O BOAVISTA FUTEBOL CLUBE, ORGANIZA NO PRÓXIMO DIA 17 DE NOVEMBRO A CORRIDA DA PANTERA. UMA PROVA COMPOSTA POR 10 KM DE CORRIDA OU 5 KM CAMINHADA. PARTICIPE!


quinta-feira, 26 de maio de 2011

QUE RAIO DE IGUALDADE DE DIREITOS?

A propósito do sorteio do futsal Juvenil surgem casos que somente em Portugal devem acontecer!
A FPF seguindo as determinações e regras de Estado aliou-se (ou disse aliar-se) à luta contra a insularidade, pugnando pela igualdade e direitos desportivos dos jovens quer vivam no Continente ou nas Ilhas!
Bonito de ouvir e de ler, mas não tão bonito se verificarmos a realidade!
Em qualquer jogo de futsal a equipa Oficial a inscrever é constituída por 12 atletas e 5 “civis” (treinadores/massagista/dirigente) num total de 17 elementos.
Dentro do espírito de combater a insularidade a FPF recebe subsídios para ela própria subsidiar as viagens dos clubes às Ilhas em jogos oficiais…
Mas só paga a viagem a 13 elementos… sendo destes elementos 10 jogadores, obrigando a “violar” os regulamentos que ela própria impõe aso Clubes.
A agência que organiza as deslocações propõe que qualquer elemento excedente deste número pague por sua responsabilidade a quantia de 300 euros.
As questões que se colocam são.
 A FPF não consegue subsídio para 17 pessoas?
E nesse caso porque não consegue um preço de passagens para os excedentes no valor de custo? Não acreditamos que a Cosmos cobre à FPF o valor de 300 euros!
Defendesse a igualdade de direitos desportivos de todos os jovens das Ilhas mas cortam-se os direitos de deslocação e participação aos jovens do Continente!
Passamos a sofrer de continentalidade?
 Que raio de decisão!
Consequência desta “igualdade” o Boavista vê-se obrigado a partir a equipa e deixar no Porto – pelo menos – 2 jogadores que treinaram e trabalharam todo o ano e que estão “proibidos” de acompanhar os colegas, com a agravante do trabalho do técnico ser posto em causa para o futuro, ao ter que decidir quem vai e quem fica… castigado sem culpa alguma.
Que raio de igualdade!
Poderá a Direcção do Boavista (Amadoras) solucionar esta questão pagando as despesas de 2 elementos? Poder… pode. Mas não acreditamos que o faça!
Então, desafio os Boavisteiros (não os que choram nos jantares) mas os que vivem o Clube todos os dias… Vamos conseguir angariar 600 euros para a deslocação de mais dois atletas?
Eu lanço a ideia e peço que enviem respostas para o endereço boavista.amadoras@gmail.com
Se as respostas forem substanciais participarei ao Rui Costa – Director Desportivo da formação de Futsal – para organizar forma de recolha.
Eu início a colaboração oferecendo 20 euros!
Mesmo que o Clube (Amadoras) não possa colaborar estou certo que particularmente os Vice-presidentes e Directores do Boavista FC irão colaborar…
Que raio de Federação que nos obriga a esta posição para defender os jovens!
Que raio de desporto (jovem) tem este estranho país localizado na Europa, mas com leis e regulamentos do terceiro mundo!

Nota: Espero comentários… mas com FUND(os)AMENTO!
Manuel Pina