Texto principal

TERMINADA MAIS UMA ÉPOCA DESPORTIVA, DESEJAMOS A TODOS ATLETAS E SEUS FAMILIARES UMAS BOAS E MERECIDAS FÉRIAS, DA NOSSA PARTE CONTINUAREMOS O TRABALHO PREPARANDO A NOVA ÉPOCA DE 2019/2020. BOAS FÉRIAS


terça-feira, 4 de janeiro de 2011

ANDEBOL - ENTREVISTA COM VITOR NASCIMENTO

" ESTA ÉPOCA TEM CORRIDO ABAIXO QUE ESPERAVA"


Como está a decorrer a época?
Esta época desportiva, o escalão de Juvenis Masculinos sofreu uma revolução muito grande, por força da subida de quase todos os atletas da época transacta e que com a subida de um grande número de atletas do escalão abaixo, obrigou a criar uma nova estruturação.
Com todos estes factores, não posso dizer que esta época é a continuidade das anteriores, pois o grupo é completamente diferente, mas sim, o começar de um novo ciclo que, tal como é normal, tem as suas etapas de implementação e evolução.

Está a cima ou abaixo do que esperava?
Esta época tem corrido abaixo do que eu esperava em termos de resultados desportivos e classificativos imediatos.
Como Treinador quero sempre que a equipa atinja e exiba patamares elevados e de qualidade, quando isso não acontece, naturalmente trabalhamos abaixo do esperado.
Devo referir que esta equipa, para além desta época, tem ainda mais duas pela frente no mesmo escalão, pelo que com todo esse tempo juntos, permitirá uma evolução e criação de mecanismos que farão um grupo forte e coeso, o que me dá esperança e faz esquecer os resultados menos conseguidos alcançados até agora.
Como Técnico, com especial predilecção pela formação, devo esclarecer, que nem sempre as “fornadas” saem como nós pretendemos, pelo que me resta acrescentar os “ingredientes” necessários para que estas se tornem mais consistentes e bem “apuradas” para futura distribuição.
Como tal, o processo de treino da “formação” não pode ser visto só pelos resultados desportivos e classificativos presentes, deve também ser visto como um decurso de criação técnica e táctica dirigida ao atleta e pessoa. Assim, não tenho pejo em dizer que a época em termos de resultados não correm como esperava, mas que em termos formativos dos atletas estou esperançado que o futuro lhes sorrirá e consequentemente, o andebol do BFC colherá os seus frutos.

" ANDEBOL DO BOAVISTA COLHERÁ OS SEUS FRUTOS"


Qual o objectivo que ainda pensa alcançar?
Perdida a hipótese de voltarmos à 1ª Divisão Nacional de Juvenis, neste momento, os objectivos passam por dotar os atletas de bagagem técnica e táctica, para que estes possam criar, explorar e potenciar as suas qualidades andebolísticas e assim, naturalmente, partir para cada jogo com o objectivo claro de vitória, superação individual como atleta e consolidação como equipa.

Algum jogador está a surpreender pela positiva?
Com toda a sinceridade, infelizmente não posso dizer que haja algum atleta que me esteja a surpreender por completo.
Há atletas que se têm notabilizado uns mais que outros, principalmente devido à diferença de anos de pática, outros que têm tido pouca evolução, pois não se conseguiram ainda impor e outros que vão tendo o seu desenvolvimento gradual e sustentado de acordo com as suas características e pouca prática.

Como se vai processar o seu campeonato?
A 2ª Divisão Nacional, este ano teve um novo formato. Realizou-se uma primeira fase a nível regional, composta por 4 séries de 8 equipas cada, em que apuravam apenas os dois primeiros classificados de cada uma para uma 2ª fase de acesso à 1ª Divisão.
Como não conseguimos ficar entre os dois primeiros, fomos remetidos para uma prova complementar com todas as outras equipas que também não foram apuradas e que nos permite apenas manter em actividade.
Posteriormente, haverá uma outra fase em que aí serão criados novamente grupos que lutarão entre si, sem qualquer hipótese de se poder ascender à 1ªDivisão Nacional, pois a subida está apenas reservada a 1 das 8 equipas inicialmente apuradas nos dois primeiros lugares da 1ª fase.
Para podermos aspirar a subir de divisão, a manterem-se os moldes actuais, só na próxima época desportiva é que poderemos ter as nossas hipóteses.

A sua equipa é constituída essencialmente por jogadores de primeiro ano no escalão?
Sim, como referi na resposta à sua primeira pergunta, a equipa é fundamentalmente constituída por atletas de primeiro ano. Temos 4 atletas de 2º ano e apenas um que para o ano subirá de escalão.
O que vem reforçar a minha expectativa relativamente ao futuro deste escalão.

Vai ser difícil manter um espírito competitivo neste contexto. Como vai manter activo a cem por cento este grupo?
Gostaria de aproveitar este início de Ano 2011 e reforçar junto do grupo de trabalho, os meus valores transmitidos e exigidos por eles sobejamente conhecidos, dos quais não me desvio e que encontrem as motivações pessoais necessárias para que os seus comportamentos e resoluções lhes permitam encarar com seriedade e vontade os desafios próprios de um desportista, na modalidade e no nosso Clube do coração.
Entrevista de Manuel Pina