Texto principal

O BOAVISTA FUTEBOL CLUBE, ORGANIZA NO PRÓXIMO DIA 17 DE NOVEMBRO A CORRIDA DA PANTERA. UMA PROVA COMPOSTA POR 10 KM DE CORRIDA OU 5 KM CAMINHADA. PARTICIPE!


domingo, 15 de novembro de 2009

ANDEBOL - JUNIORES VENCEM EM JOGO INTENSO


BOAVISTA FC 32 – S.PAIO DE OLEIROS 27

MUITA ÁGUA (MOLE) PARA QUEBRAR PEDRA TÃO DURA!

Ao contrário do que o marcador pode dizer foi um jogo extremamente equilibrado, emocionante e muito disputado, este que colocou frente a frente dois candidatos à passagem à fase seguinte do campeonato de juniores.

O Boavista entrou decidido e rápido atingiu os dois primeiros golos, falhando neste período dois livres de sete metros.

O que parecia fácil cedo se complicou e o adversário ganhou vantagem, que manteve até ao intervalo. Na mudança de terrenos o marcador registava dois golos de vantagem para o Oleiros (18/16).

Demorou doze longos minutos o Boavista para inverter a posição no marcador e passar a vencer pela margem mínima (21/20)já o relógio marcava quarenta e dois minutos.
Já então o Oleiros jogava reduzido a seis por expulsão definitiva de um elemento aos trinta e cinco minutos.

Entre os quarenta e cinquenta minutos o marcador esteve sempre entre a igualdade e um golo de vantagem para um ou outro lado.


Finalmente aconteceu o momento que decidiria o jogo. O guarda-redes axadrezado efectuou duas enormes defesas, que brando esse ciclo e serviu o contra ataque rápido que foi convertido.

O Boavista atingia a vantagem de dois golos. Em três minutos o Boavista dilatou para sete de vantagem e o Oleiros quebrava fisicamente e rendia-se. Os últimos cinco minutos foram de total controlo de jogo por parte dos axadrezados.


Vitória certa num jogo bem mais difícil que aquilo que os números dizem.

A análise de Franqueleim Cardoso (treinador do Boavista)

"Foi um jogo difícil como se esperava. Foi sempre um jogo disputado taco a taco do principio ao fim. Já tinha alertado os jogadores para que na segunda parte era um jogo em que não se podia errar muito, porque este seria o jogo do erro. Felizmente foi a equipa contrária que caiu nesse erro.

Conseguimos uma margem de golos considerável e controlamos o jogo até ao fim. Foi uma vitória conseguida com muito esforço e concentração e por isso os meus jogadores estão de parabéns, porque nos momentos difíceis souberam assumir o jogo e se querem ser candidatos à passagem à próxima fase têm mesmo que assumir os jogos."

Nota: Ao fazermos estes resumos de Andebol, não temos a pertensão de analissarmos o jogo tecnicamente pois não temos conhecimentos suficientes para isso. Assim efectuamos estas crónicas pelo olhar de um simples adepto.

Crónica de Manuel Pina