Texto principal

O DEPARTAMENTO DE GINÁSTICA REABRIRÁ A SUA ACTIVIDADE NO DIA 3 DE SETEMBRO

quarta-feira, 7 de março de 2018

GALA DAS AMADORAS - ENTREVISTA COM LUANA MELO, ATLETA FEMININA DO ANO



Luana Melo, atleta de Kickboxing do Boavista F.C., Vice-Campeã Nacional, Vencedora da Taça de Portugal e Vencedora da “Eurocup” na época passada (2017), foi recentemente galardoada como a “Atleta Feminina do Ano”, na 3ª Gala das Modalidades Amadoras do Boavista F.C..

Nesta entrevista revelou-se uma jovem de respostas curtas, mas com grande firmeza e convição.



Quem é a “Atleta Feminina do ano” do Boavista F.C.?


Sou a Luana Melo, tenho 15 anos, estudo na Escola Maria Lamas e considero-me uma jovem idêntica a todas as da minha idade.



O que é que para ti significa seres galardoada com este troféu?


Como vê estou muito emocionada e pouco sei dizer sobre isso, mas como Boavisteira e filha de Boavisteiros de sete costados, mais que o meu orgulho, sinto o orgulho dos meus pais, o que me faz sentir realizada neste aspecto desportivo. Nunca pensei que conseguiria um dia ter este troféu. Acho que ao não conseguir falar… acaba por dizer tudo. Estou emocionada e feliz.



Como nasceu a paixão pelo Kickboxing?


Vim para fazer manutenção porque necessitava de perder peso, dado sentir que estava a ficar um pouco pesada. Com o passar dos treinos, comecei a gostar disto e o meu treinador desafiou-me, convidando-me a passar para a competição. Resolvi aceitar o desafio.







Quando aconteceu essa mudança na forma de encarar o Kickboxing?


Foi em Abril do ano passado.



Quantos treinos fazes semanalmente e qual o tempo de cada treino?


Treino todos os dias da semana durante uma hora e meia cada treino.



Vamos por partes. Entras para a manutenção, passas para a competição e conquistas títulos oficiais. Consideras-te uma predestinada para a modalidade?


A conquista da Taça de Portugal é um orgulho para mim, porque foi o meu primeiro título, depois de ter sido vice-campeã regional e nacional e por isso fiquei contente.



Só isso?


Claro que estes títulos são fruto do meu trabalho. Treinei para isso!



Filha de um Boavisteiro de sete costados, o que consideras que o teu pai sente relativamente á tua evolução nesta modalidade?


Sente um grande orgulho.



Consideras que estes títulos impõem uma obrigação de os assumir nas futuras competições oficiais?


Eu continuo a praticar o Kickboxing por gosto e por prazer, claro que agora passei a ter mais responsabilidades mas, repito, estou aqui por prazer.



Como se conciliam treinos e estudos?


Facilmente. Amando tudo o que se faz.



Objetivos para o futuro?


Ganhar todas as competições e campeonatos em que participar.