Texto principal

TERMINADA MAIS UMA ÉPOCA DESPORTIVA, DESEJAMOS A TODOS ATLETAS E SEUS FAMILIARES UMAS BOAS E MERECIDAS FÉRIAS, DA NOSSA PARTE CONTINUAREMOS O TRABALHO PREPARANDO A NOVA ÉPOCA DE 2019/2020. BOAS FÉRIAS


terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

FUTSAL (JUNIORES) PERDEM OPORTUNIDADE DE LIDERAR A PROVA COM SURPREENDENTE DERROTA

A equipa de Juniores de futsal, perdeu no último fim-de-semana, a grande oportunidade de passar para o primeiro lugar da classificação, ao perder em Paços de Ferreira, não aproveitando o empate cedido pelo líder no dia anterior. Na próxima jornada tudo poderá ficar esclarecido, neste aspecto.
RESULTADOS
CLASSIFICAÇÃO

Contactamos, o técnico João Marques, para que nos “explicasse” este surpreendente resultado. Igual na vitória e na derrota, João Marques respondeu do seguinte modo, às nossas perguntas.

Como acontece este resultado?
Este jogo, tinha as características do anterior, jogado na semana passada, com uma equipa que estava junto à linha de água e que têm que apostar tudo por tudo em cada jogo.
Foram surpreendidos?
Nos primeiros vinte minutos, tenho que reconhecer, que entramos um pouco adormecidos e eles quase na única vez que remataram… marcaram. Reagimos a esse golo e tomamos conta do jogo, sendo mais agressivos e procurando o golo. Na segunda parte, começamos a acreditar na reviravolta do jogo, mas o adversário também começou a acreditar num resultado favorável. Atacamos e criamos muitas oportunidades de golo com o guarda-redes adversário a fazer uma excelente exibição.

Mas ainda marcaram mais dois golos…
Tendo ido ao ataque três ou quatro vezes, acabaram por ter uma grande eficiência.
Foi um jogo atípico?
Jogado num pavilhão muito curto e apertado que nos dificultou muito e ajudou o adversário a defender muito fechados.
Falharam a passagem para o primeiro lugar. Terminou esse sonho?

Nem por isso. Estamos praticamente, mas não matematicamente, apurados para a Taça Nacional, o certo que na próxima jornada, se vão defrontar o terceiro e o primeiro e aí ficará decidida toda situação. Não dependemos de nós, mas temos que acreditar. Resta-nos vencer os nossos jogos, pela maior vantagem possível.