Texto principal

O BOAVISTA FUTEBOL CLUBE, ORGANIZA NO PRÓXIMO DIA 17 DE NOVEMBRO A CORRIDA DA PANTERA. UMA PROVA COMPOSTA POR 10 KM DE CORRIDA OU 5 KM CAMINHADA. PARTICIPE!


segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

DDA - FUTSAL

COMPRIMENTANDO O PÚBLICO, ANTES DO JOGO
FC PORTO 2 – BOAVISTA FC 4
(ao intervalo 0-1)
GOLEADA… ADIADA


CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS
ÁRBITRO
JOSÉ FERNANDES /AF Porto)
FC PORTO
FILIPE e NELSON (GR)
AURÉLIO, GILBERTO, SÉRGIO , QUEIRÓS, PAULO, PORFÍRIO e AUGUSTO

BOAVISTA FC
JORDI e NUNO PEREIRA (GR)
BRUNO CARVALHO, BOGAS, FERNANDO SILVA, ÁLVARO e GABRIEL

DISCIPLINA;
Cartão Amarelo; Álvaro, Queirós e Sérgio

MARCHA DO MARCADOR
0-1 BOAVISTA - PORFÍRIO (auto-golo)
0-2 BOAVISTA – BOGAS
0-3 BOAVISTA – BRUNO CARVALHO
0-4 BOAVISTA – GABRIEL
1-4 PORTO – SÉRGIO
2-4 PORTO - SÉRGIO

CRÓNICA:
Os jogos de futsal adaptado, são divididos em quatro partes, ao fim das quais têm forçosamente que acontecer substituições. As duas primeiras partes formam o primeiro tempo.
No primeiro parcial as duas equipas apresentaram-se a fazer um jogo directo com muita luta e pouco futsal. Nesta fase a o porto foi a equipa que jogou mais ao ataque e dominou o jogo, já que os panteras tinham pouca posse de bola. Houve muita luta e entrega.
No segundo parcial o Boavista foi subindo no terreno e cedo conseguiu equilibrar o jogo e passar a jogar, com bola controlada, no meio campo contrário. Essa pressão ofensiva acabou por produzir um erro de Porfírio ao desviar a bola do seu guarda-redes. O Boavista apertou… e falhou quase escandalosamente o dois a zero.

O MOMENTO DO 2 A 0

No segundo tempo, os panteras libertaram-se de medos e passaram a explanar um futsal vistoso e de fácil remate. O Boavista atingiu a goleada aos quatro a zer e podiam ser mais… do lado dos Dragões apareceu um jogador , Sérgio de seu nome, que do meio campo fez dois golos fabulosos que fariam levantar qualquer campo em qualquer jogo, dois mísseis sem defesa. Estes golos acalmaram o Boavista que passou a defender e controlar o jogo, ao invés de procurar a goleada.
A arbitragem esteve em jogos que são muito difíceis de dirigir. Os jogadores são muito “teatrais” e os jogos são muito duros, a sensibilidade do árbitro é muito importante e resta ser imparcial. Foi o que José Fernandes conseguiu, por isso… nota positiva!

E O... 3 A 0

Crónica de M. Pina