Texto principal

O BOAVISTA FUTEBOL CLUBE, ORGANIZA NO PRÓXIMO DIA 17 DE NOVEMBRO A CORRIDA DA PANTERA. UMA PROVA COMPOSTA POR 10 KM DE CORRIDA OU 5 KM CAMINHADA. PARTICIPE!


quinta-feira, 28 de setembro de 2017

PRIVATE BREAKFAST APOIA O VOLEIBOL DO BOAVISTA



Entre os patrocinadores da equipa de Voleibol, temos que, forçosamente, destacar a empresa “Private Breakfast”, que apoia o  voleibol axadrezado com material de treino variado e programas estatísticos de “Scouting”.

Esta empresa, tem como seu proprietário o pugilista do Boavista Futebol Clube, Hugo Mota (Faísca).

É o “dois em um” um atleta do clube a apoiar uma modalidade do clube! 

Hugo Mota, consegue patrocinar,  praticar desporto e olhar para o futuro na qualidade de empresário.

Parabéns “Faísca”.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

JUDO - ENTREVISTA COM JOÃO SANTOS EM VÉSPERAS DE PARTICIPAÇÃO NO MUNDIAL







João Santos, é treinador de Judo e simultaneamente atleta da modalidade no Boavista Futebol Clube. Em véspera de partida para a Sardenha para participar no Campeonato Mundial de veteranos entrevistamos o Judoca que é o detentor do título nacional de veteranos.

Vamos identificar desportivamente o João Santos. Onde e quando se iniciou no Judo?

Comecei no Judo com quatro anos e assim, pratico a modalidade há trinta e sete anos. Comecei a praticar na escola em que andei e depois, passei para o Sport Algés e Dafundo. Em seguida, passei para o  Judo Clube de Lisboa.

É natural do sul?

Sou, natural de Lisboa.


Recomecemos a apresentação…

Quando vim para o norte, ingressei no Clube de Judo do Porto, mas como só tinham atletas mais jovens, optei por vir para o Boavista onde continuo a fazer competição.

Há quanto tempo é atleta do Boavista?

Há cerca de três anos. Em dois mil e dezasseis, contraí uma lesão grave – uma ruptura completa  do ligamento anterior – mas este ano, já estou de novo em competição.

A nível de títulos mais significativos, quais os que destaca?

Não tenho um curriculum extraordinário, mas tenho um percurso sempre em volta da competição. (ndr publicamos o curriculum em anexo)


Embora aos quatro anos não se tenha poder de escolha, porque optou pelo Judo?

Comecei no Judo, porque a disciplina de educação física na escola em que andava... era Judo. Depois de ter começado o Judo, experimentei vários desportos, mas foi o Judo que ficou para sempre.

Se quisesse convencer um jovem a optar pelo Judo, o que lhe diria?

O Judo é um desporto muito completo, desde a parte da parte física até à componente psíquica e motora. Está comprovado pela Unesco como, se um dos melhores desportos para as crianças e mesmo para a mobilidade para adultos. Tanto como aprendizagem ou manutenção o Judo é útil para todas as pessoas.

Há limites de idade para a prática de Judo?

Não há limite, porque como habitualmente digo, o limite de idade fica à porta do tapete.

Neste momento, iniciou uma nova actividade no Boavista. Quer explicitar?

Proporcionou-se a hipótese de ficar no Boavista na qualidade de treinador. O convite foi feito e eu aceitei com agrado e estamos a começar a trabalhar.

Qual o ponto da situação?

Neste momento, estamos, repito, a começar e temos ainda poucos alunos. Seis atletas seniores e quatro mais jovens. 
É um trabalho que estamos a começar de raiz, temos que fazer parcerias com escolas e fazer a divulgação necessária, para crescermos.

Esse trabalho de divulgação é feita por si?

Em minha opinião terá que ser feito por todas as pessoas, porque é do interesse de todos. É benéfico para o clube ter mais atletas e igualmente benéfico para mim. Estas modalidades de Artes Marciais como todos os desportos, resultam com todos a trabalhar em conjunto.

Trabalha sozinho ou tem mais algum técnico?

Tenho um treinador adjunto, que é o Gil Reis que demonstrou vontade de ficar comigo e que me dá uma ajuda, porque, como disse, ando numa fase de competição e por vezes, tenho que me ausentar para competir dentro ou fora do país e ele, assegura as aulas na minha ausência.


Falando em competição, sei que vai competir em breve no estrangeiro. Qual a data e a competição?

Vou participar no campeonato do Mundo de veteranos a realizar na Sardenha entre o dia trinta de Setembro  e cinco de Outubro. 

Qual a idade que classifica o atleta como veterano?

A idade para entrar neste escalão vai desde os trinta anos e não tem limite. Obviamente, somos divididos por dez escalões diferentes. Para terem ideia o último escalão é formado por pessoas de oitenta anos para cima. Todos os escalões têm para cerca de vinte/trinta atletas a participar.

Participando como individual, como consegue enfrentar tal investimento, para participar?

Não é fácil. Eu tenho alguns patrocínios, porque sem eles era impossível estar presente.


Qual o objectivo competitivo para si?

É igual a todas as provas. Vou para tentar ficar em primeiro. Se ficar em segundo, será bom, se ficar em terceiro, também não é mau. Se não conseguir nada… valerá pela experiência. Mas trabalho sempre a cabeça para o objectivo de ficar em primeiro.

Onde faz os seus treinos?

Os treinos são feitos aqui no Bessa. Temos um espaço só para nós e temos uma sala de musculação, para completar com treino físico. Tantos os alunos como colegas de trabalho me estão a ajudar, sempre que podem, para estar preparado para esta competição.

Sente que os alunos também estarão a observar o treinador. Os seus resultados serão importantes para eles?

Acho que serão importantes para a captação de novos alunos, Todos gostarão de poder ter um treinador que foi medalhado numa competição deste nível. Para além de bom para os alunos também o será para o Clube.

O que se propõe conseguir nesta época a nível de número de alunos?

Não existe nenhuma meta. Vamos construir do zero e conseguir o máximo possível. Os poucos obejctivos que tenho é conseguir medalhados a nível de campeonatos Zonais e Nacionais.
Vamos tentar ter medalhados em todas as provas em que participarmos, inclusive eu, que no ano passado consegui o título nacional de veteranos e que quero revalidar.

Esse título foi conquistado como atleta do Boavista?

Exactamente sou o actual campeão nacional de Judo pelo Boavista.


Alguma mensagem pessoal para encerrar?

Apenas pedir às pessoas para apostarem neste projecto e trazerem os seus filhos para experimentarem um desporto que é saudável para todos.

segunda-feira, 25 de setembro de 2017