Texto principal

TERMINADA MAIS UMA ÉPOCA DESPORTIVA, DESEJAMOS A TODOS ATLETAS E SEUS FAMILIARES UMAS BOAS E MERECIDAS FÉRIAS, DA NOSSA PARTE CONTINUAREMOS O TRABALHO PREPARANDO A NOVA ÉPOCA DE 2019/2020. BOAS FÉRIAS


sábado, 9 de janeiro de 2016

VOLEIBOL (SENIORES) - CARLOS SIMÃO, COMENTA A VITÓRIA NO SEU JOGO DE BAPTISMO NA EQUIPA SÉNIOR

Carlos Simão, coordenador da formação, foi hoje o responsável técnico no comando da equipa Sénior de Voleibol, em substituição do técnico principal, professor José Machado, por motivos de saúde deste.

No final do encontro, Carlos Simão, era um homem feliz e entre cumprimentos, ainda conseguiu tempo para dar a sua visão sobre o jogo, ele, que tinha a "sua "equipa de Cadetes, à espera na Maia para mais um jogo com o Castêlo.

Como viu este jogo, que marca a sua estreia como treinador principal do Boavista?

Foi um jogo muito difícil, mas em primeiro lugar e principalmente, esta vitória é inteiramente dedicado ao Professor Machado e toda a equipa. Eu vim aqui dar uma ajuda, porque sou um treinador do Boavista. Voltando ao jogo, foi muito difícil depois de uma semana complicada de muitas pressões, algumas lesões e a equipa superiorizou-se muito bem a tudo isso.

Grande réplica dada pelo Castêlo. Esperava essa postura?

O Castêlo, esteve muito bem no jogo, estudou-o e preparou-o muito bem. A nossa vitória vale por este quinto set. estivemos a perder por 3/7, estivemos a perder por 7/12 e conseguimos recuperar, só uma equipa com uma grande valia e dedicação à causa, conseguiria esta vitória. Tudo feito, sob o olhar de um público fabuloso, que apoiou sempre a equipa, só por isso, mereceram vencer o jogo.

Mas houve fases, algo complicadas no jogo, por demasiados erros da equipa. Que pode dizer sobre esse facto?


É a minha própria  adaptação à equipa. Foi a primeira vez que as orientei. O que interessa é que com estes dois pontos a equipa assegurou a manutenção, mas eu tenho a consciência e foi o que lhes disse no fim, esta equipa, tem valia e toda a legitimidade com valores desportivos e humanos, para lutar e terminar no quarto lugar da tabela