Texto principal

ESTA ÉPOCA, O BOAVISTA FUTEBOL CLUBE CONTINUARÁ A PARTICIPAR EM VÁRIAS MODALIDADES A NÍVEL NACIONAL, COM OS OBJECTIVOS DE HONRAR O NOME DESTE CLUBE. O ANDEBOL SÉNIOR E VOLEIBOL FEMININO, DISPUTAM O PRIMEIRO ESCALÃO NACIONAL... OUTRAS MODALIDADES LUTAM PELO REGRESSO A ESSE ESCALÃO.


segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

VOLEIBOL (SENIORES) - CRÓNICA DO JOGO DE BELÉM

CF "OS BELENENSES" 3 - BOAVISTA FC 1

Num ambiente de extraordinário desportivismo, dentro do campo e nas bancadas, num jogo entre dois emblemas “historicamente” rivais, que terminou com uma justa vitória da equipa da casa, mas,  com uma diferença parcial, que merecia ser no mínimo… menor.


1º Set – 25/15 “SERVIÇOS FALHADOS NO INÍCIO DECIDEM PARCIAL

Vitória certa da melhor equipa no parcial, com o Belenenses a adiantar-se até aos 4/1. As axadrezadas a recuperar até à desvantagem de 8/7 e depois…” a abandonaram” a disputa do parcial, cometendo erros que aproveitados pela garra da equipa Lisboeta até à vantagem de 20/11. 
O parcial terminou com uma diferença de 10 pontos, que de forma alguma existe entre a qualidade dos dois conjuntos.

Os dois conjuntos perderam 4 serviços cada, com a particularidade que o Boavista falha os serviços números 5, 6, 7, 10, e o Belenenses falha o segundo lance 17. Até ao décimo serviço que teve direito o Boavista “deu” 4 pontos ao adversário!


2º Set – 25/23 “COM  O PASSARO NA MÃO”
Emocionante, este parcial, que em nossa opinião determinou a sorte final do jogo. O parcial foi disputadíssimo com vários empates até 13/13. Antes o Boavista, teve que recuperar da desvantagem inicial do set, que é anulada aos sete pontos. 
A primeira vantagem do Boavista, acontece aos 14/13, que logo de imediato, é anulada pelo Belenenses. As Lisboetas, arrancam para uma vantagem de 21/19, mas as panteras reagem e fazem quatro pontos seguidos e ficam com o set na mão com 23/21.
Um erro no ataque coloca a diferença mínimo e em seguida, o parcial decide-se numa jogada de sorte/azar. 
A atleta do Belenenses, pareceu-nos (não só a nós) fazer duplo toque, o árbitro não assinala e a bola bate na rede desviando-se e batendo (quando ia para fora) no braço de uma Boavisteira, dando o empate. O Belenenses não treme e “mata” o parcial.
Ao nível de serviços, ambas as equipas falharam 1.


3º set – 21/25 “A ESPERANÇA DO JOGO”

O mais disputado e emocionante de todos os parciais e mais conseguido pelas panteras. Jogado taco a taco, com sucessivos empates até ao 20/20. Temiam as Boavisteiras que o set pudesse de novo fugir, mas com garra e apostando na sua conquista, o Boavista não deu qualquer hipótese na fase final e ganha por 4 pontos, fazendo 5 pontos com o Belenenses a conseguir 1.
Ao nível serviços o Boavista falhou 2 e as locais 1.


4º set 21/25 “ RECTA FINAL, FORTE DO BELENENSES”

A perder, o Boavista, entrou bem e conseguiu uma vantagem de 3 pontos que só é anulada aos 9 pontos. A partir desse empate, o jogo foi disputado com um ponto para cada equipa sucessivamente até aos 13/13. Com um serviço perdido pelas panteras o Belenenses ganha dois pontos de vantagem e nunca mais cede no parcial, atingindo os 23/19. O Boavista, luta e vai até aos 21 pontos, mas era tarde e o Belenenses fecha o jogo.
Novo empate em serviços falhados, 3 para cada equipa.

A equipa de arbitragem esteve bem e, nem mesmo, o erro já referido no segundo parcial ao qual, juntamos um ponto que era do Belenenses e erradamente foi dado ao Boavista, retira a boa nota positiva.



Excelente, tarde de voleibol, em que as jogadoras se respeitaram, o público vibrou, mas sempre dentro de um enorme respeito, demonstrando que se podem vencer jogos, sem recorrer a jogadas menos próprias. Uma lição entre dois clubes eternamente rivais.