Texto principal

TERMINADA MAIS UMA ÉPOCA DESPORTIVA, DESEJAMOS A TODOS ATLETAS E SEUS FAMILIARES UMAS BOAS E MERECIDAS FÉRIAS, DA NOSSA PARTE CONTINUAREMOS O TRABALHO PREPARANDO A NOVA ÉPOCA DE 2019/2020. BOAS FÉRIAS


sábado, 22 de fevereiro de 2014

VOLEIBOL - INSÓLITO! AD PENAFIEL ABANDONA JOGO DE JUNIORES

Insólito! O jogo de Voleibol, na categoria de Juniores, entre o Boavista e o AD. Penafiel, não chegou ao fim por desistência da equipa Penafidelense.
Insólito e lamentável, acrescentamos.

A história é fácil de contar. Na hora marcada para o início do jogo não tinha comparecido nenhum árbitro oficial – o que se lamenta, tanto mais, que este fim-de-semana, poucos jogos se realizavam. Como é habitual, nestas situações, as equipas acordaram entre si, que a direcção da partida fosse entregue ao treinador adjunto do AD Penafiel.
A actuação, deste elemento, levou a vários protestos por parte do treinador axadrezado. Até a empate a dez pontos, as coisas foram correndo... mas depois deste empate, as visitantes ganharam vantagem de três pontos até 15/12. 

O Boavista recuperou para a diferença mínima e na jogada seguinte conseguiu um ponto – indiscutível – mas o árbitro viu? o contrário de todos os presentes… e deu o ponto para as Penafidelenses.
Protestou – com razão – o técnico axadrezado e o árbitro de imediato, desceu da cadeira e depois de conferenciar com a (sua) equipa, pousou o apito e recusou a continuar a dirigir o encontro.
Decidiram os treinadores chamar um árbitro presente na bancada (que muitos jogos tem realizado, em iguais circunstancias) mas quando este se preparava para (re)iníciar a partida… a AD Penafiel, informou que abandonava o jogo. Os momentos seguintes foram de alguma pressão, tendo as forasteiras – inclusive – recusado cumprimentar as Boavisteiras, que ficaram de mãos no ar.

O Boavista aproveitou o espaço e realizou um treino.

Foi insólito, lamentável e muito mau, tudo o que aconteceu. Mau porque os treinadores das equipas são professores do ensino secundário e se trabalham na formação… devem ensinar e formar, dando o exemplos às jovens que comandam.

Na formação desportiva, deve incutir-se o espirito da vitória, mas simultaneamente ensinar as atletas a saber aceitar a derrota. No desporto, como na vida, há vitórias e derrotas e é isso que devemos incutir nos jovens, nunca DESISTIR!

Que espirito, queremos deixar aos jovens para o futuro, se lhes ensinamos a desistir? No desporto, há o ganhar, o perder e NUNCA o desistir!

Sei que neste momento, já de cabeça mais fria, os professores que comandam as Jovens de Penafiel, estarão arrependidos da atitude que assumiram, mas espero que nunca mais repitam esta situação.

Para terminar, acusamos a AV Porto, pela falta de árbitros em jogos de formação. Nestes escalões nunca deveria acontecer este facto, pois os jovens merecem todo o respeito. Se não os respeitarmos hoje, como podem no futuro ser excelentes atletas?

Insólito, lamentável e muito mau!

Nunca se pode desistir, caros professores.




Artigo da responsabilidade de
Manuel Pina ferreira