Texto principal

TERMINADA MAIS UMA ÉPOCA DESPORTIVA, DESEJAMOS A TODOS ATLETAS E SEUS FAMILIARES UMAS BOAS E MERECIDAS FÉRIAS, DA NOSSA PARTE CONTINUAREMOS O TRABALHO PREPARANDO A NOVA ÉPOCA DE 2019/2020. BOAS FÉRIAS


quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

ANDEBOL - JUVENIS A UM PASSO DO APURAMENTO

No recomeço das competições, passada a da fase Natalícia, os calendários vão “apertar” e consequentemente, vão definir-se as classificações. Começamos hoje  a escutar a opinião dos técnicos das equipas axadrezadas.
Iniciamos pelo andebol e dentro desta modalidade, ouvimos Henrique Santos, treinador da equipa Juvenil.
Henrique, depois de uma fase muito boa a equipa sente dificuldades na segunda fase. Porquê?
A primeira fase, foi disputada entre equipas do nosso valor, direi melhor, com jogadores em que a idade era equivalente à nossa. Na segunda fase, estamos a jogar uma série de equipas muito iguais em que qualquer resultado é possível.
Há muito equilíbrio?
Existe equilíbrio entre algumas equipas e o Boavista é quase um out-sider neste grupo, mas mesmo assim o apuramento ainda é possível e será decidido, este fim de semana no jogo com o Gaia.
Explique isso…
A maioria das equipas é formada por jogadores de terceiro ano de juvenis, a minha equipa é praticamente formada com jogadores de primeiro ano. Nestas idades, um simples ano, faz muita diferença a nível físico, como é fácil entender. Estamos a jogar com equipas compostas com jogadores de 18 anos, com miúdos de dezasseis. Isso paga-se no campo.
Mas esse facto, não me assusta, porque estamos numa fase de crescimento e conservando estes jovens, também nós atingiremos o futuro uma época com jogadores mais maduros. Repare que o Penafiel joga com a mesma equipa nos juvenis e juniores. Já pode ver a idade e competitividade que apresenta.
Mas a equipa tem dado luta. Tem alguma fragilidade mais notória?
Resumidamente, faltam-nos força e altura!
Qual o estado da prova?
Estamos em quinto lugar e são apurados cinco para a outra fase… logo, vencendo o Gaia no Domingo podemos ser ainda apurados. Tudo vai depender da conjugação de vários resultados, na última jornada, mas nós vamos fazer a nossa parte que é vencer o nosso jogo e depois faremos as contas finais. Mas o jogo de domingo é crucial para mantermos a esperança no apuramento.
Mas, se nesta fase, já é difícil na outra será ainda mais grave. Vale a pena ser apurado?
Estamos em formação. Formar é competir, lutar contra as dificuldades e prefiro ver a equipa sentir esse (esperado choque competitivo) que andar numa fase a golear os adversários. O que apreendermos este ano será uma arma na próxima época, por isso, o importante é tentar ser apurados e para isso vamos lutar no Domingo.